Da F1 à Superliga: Coronavírus suspende grandes provas na China

Desporto 13-02-2020 20:01

Promotor local da corrida solicitou a suspensão temporária do Mundial perante o risco de saúde dos participantes e dos aficionados. Uma dezena de eventos já estão suspensos devido ao coronavírus.

José Carlos Lourinho

O Grande Prémio da China de Fórmula 1 foi suspenso em virtude dos riscos decorrentes do coronavírus, escreve esta quinta-feira o site espanhol “Palco 123”. O promotor local da corrida, a Juss Sports Group, solicitou a suspensão do Grande Prémio da China em Fórmula 1 que estava previsto para o fim-de-semana de 17 a 19 de abril no Circuito Internacional de Shangai. O pedido foi aceite pela entidade gestora do campeonato, perante o surgimento de novos casos de coronavírus.

O cancelamento desta prova teve também o acordo da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) especialmente após as advertências lançadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Esta decisão tem como objetivo “garantir a saúde e segurança de todos aqueles que estão envolvidos nesta prova, e os corredores do campeonato assim como os adeptos”, escreve a FIA.

O desejo de todas as partes é que a suspensão não seja definitiva e que se possa mudar a data do calendário, em função da forma como irá evoluir o controlo referente a este surto. “O Grande Prémio da China sempre foi uma prova muito importante do calendário da F1, os adeptos são sempre incríveis”, assinalou a entidade que gere o Mundial, sobre o impacto desta decisão.

Este Grande Prémio é a última prova que foi prejudicada pelo surto do coronavírus. Antes, já tinham sido cancelados os pré-olímpicos femininos de futebol e basquetebol, uma eliminatória da Taça Federação de Ténis, as classificações do boxe para Tóquio 2020 e os Campeonatos da Ásia de Atletismo. Na China, a Superliga chinesa de futebol não tem data para começar, sendo que este surto já atingiu jogos da Liga dos Campeões asiática e alguns torneios de golfe feminino.

Ler Mais