Benfica foi o segundo clube europeu com maior lucro em transferências esta época

Desporto 15:58

O clube da Luz ocupa o segundo lugar do estudo divulgado pelo Observatório do Futebol (CIES). No primeiro posto surge o Chelsea que conseguiu um volume de transferências de 250 milhões de euros. Venda de Bruno Fernandes permitiu ao Sporting ascender ao quarto lugar, com 121 milhões de euros.

Rodolfo Alexandre Reis

O Benfica foi o segundo clube da Europa a registar maior lucro nas duas janelas de transferências da temporada 2019/20 de futebol, com um total de 230 milhões de euros. O emblema português foi apenas superado pelos ingleses do Chelsea que verificou um volume de transferências de 250 milhões de euros, segundo os dados revelados esta segunda-feira, 10 de fevereiro, pelo Observatório do Futebol (CIES).

Em termos de gastos com jogadores o Benfica dispendeu 64 milhões de euros. No entanto, o atual campeão nacional vão fechar esta época com um balanço positivo de 166 milhões de euros, que em boa parte tiveram o contributo da venda de João Félix para o Atlético Madrid, por 120 milhões de euros. No terceiro lugar aparecem os holandeses do Ajax, com um encaixe de 201 milhões de euros, que no final da temporada se irá refletir num lucro de 137 milhões de euros, derivado dos 64 milhões investidos.

No top-20 desta lista surge uma outra equipa portuguesa: graças à venda de Bruno Fernandes para o Manchester United no valor de 55 milhões de euros, o Sporting ocupa o quarto posto com um encaixe de 121 milhões de euros após ter investido 29 milhões de euros e que permitirá aos ‘leões’ encerrar a temporada com um lucro de 92 milhões de euros.

Em sentido negativo aparecem grandes nomes do futebol europeu, com o primeiro lugar a ser ocupado pelo Real Madrid, tendo perdido entre vendas (149 milhões) e compras (330 milhões), um total de 181 milhões de euros. A segunda posição é ocupada pelos ingleses do West Ham com uma perda de 169 milhões de euros e o pódio fica fechado com o Barcelona, com um registo negativo de 166 milhões de euros. Neste top-20 entram ainda emblemas como Bayern Munique, Juventus e Manchester City.

Ao nível das cinco principais ligas europeias, o saldo líquido das operações de transferência varia de dos 844 milhões negativos da Liga inglesa e dos 106 milhões  postivos para a Liga francesa. Os saldos negativos também foram registados na Liga espanhola (418 milhões), na Liga italiana (407 milhões de euros) e na Liga alemã (263 milhões de euros).

Ler Mais