Artur Jorge e a entrada em cena na Taça da Liga: «É uma competição que nos diz muito»

SC Braga 25.11.2022 18:03
Por Pedro Cadima

Artur Jorge perspetivou a estreia do SC Braga na Taça da Liga, que passa por uma receção ao Trofense, antes de embates com os primodivisionários Casa Pia e Paços. Agarrando os créditos de equipa que já conquistou por duas vezes a competição, o técnico foi ao encontro da ambição que toma conta dos adeptos nesta altura.

«É uma competição que nos diz muito mas estamos inseridos num grupo difícil e equilibrado. São três equipas da Liga e uma boa equipa da Liga 2. Temos de ter o máximo respeito e honrar os nossos objetivos, que assentam em passar a fase de grupos», aclarou, reforçando de forma mais precisa a abordagem vencedora à prova.

«Já conseguimos vencer por duas vezes a prova e temos mais seis ou sete chegadas à fase de decisão. Vejo esta edição com um valor acrescentado, porque noutros anos estava envolvida no desgaste do Campeonato, agora faz-nos competir num momento que estaríamos parados por causa do Mundial. Traz valor à nossa planificação, temos a intenção de fazer o melhor, por nós e por aqueles que gostam do SC Braga», observou o técnico dos guerreiros, agradado com esta fase mais branda no calendário.

«Foi uma oportunidade para consolidarmos processos, treinarmos. Foi importante, deu para aproveitar mais o trabalho, antes era só recuperar e jogar. Agora houve tempo para consolidar ideia de jogo e avaliar outras possibilidades de jogo, potenciar mais um ou outro jogador, percebermos o que podemos acrescentar para tornar a equipa mais competitiva e dotada de outros formas para abordar os jogos. A paragem completa serviu também para desligar e dar algum descanso», confessou Artur Jorge, atento também à mudança no comando do Trofense, agora treinado por Jorge Casquilha.

«São adversários que, se nos distraímos, roubam-nos a possibilidade de atingirmos os objetivos. Tenho tido o cuidado de falar com os jogadores e de alertar para algum desleixo. Temos inúmeros exemplos na Taça, estamos preparados e precavidos para encarar o jogo com seriedade. O Trofense mudou de treinador, conhecemos a forma de jogar dos seus jogadores e estamos identificados com a forma de trabalho do Casquilha. Temos de ser competitivos para ganhar este jogo», avisou.

«O que pode alterar num tempo tão curto é a parte anímica, será uma equipa a procurar agradar ao seu treinador e mostrar que o período vivido anteriormente não foi o melhor. Podem aparecer mais confiantes para inverter este ciclo negativo», acrescentou Artur Jorge, que deu Sequeira como apto para o jogo

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal