«Entre Mourinho e Jesus, fico com três dedos acima para o Jesus»

Benfica 27-10-2020 14:12
Por Redação

Treinado por José Mourinho no Inter de Milão e por Jorge Jesus no Benfica, o guarda-redes internacional brasileiro Júlio César tem poucas dúvidas em apontar qual o treinador que mais o marcou na carreira.

 

«Jorge Jesus. Mesmo que tenha sido apenas no final de carreira. Gosto muito do trabalho dele, é um treinador diferente. Mas não desmerecendo os outros, obviamente. Mourinho foi o ápice da minha carreira. Por coincidência dois portugueses. Foi uma época muito vitoriosa com ele no Inter. Foi contratado para ganhar a Champions, era uma obsessão do presidente e era muito respeitado na competição. Mas entre o Mourinho e Jesus, eu fico com três dedos acima para o Jesus», sublinhou Júlio César, durante uma entrevista televisiva no programa Caioba Game Show.

 

E os elogios ao então, e também agora treinador dos encarnados, continuaram.
«É a forma como ele faz com que o jogador entenda o jogo. Taticamente, ele é absurdo. Respira aquilo 24 horas por dia. Ele tem uma frase que me marcou: 'jogar à bola todos jogam, mas entender o jogo poucos entendem'. Quando cheguei ao Benfica, aprendi muita coisa, coisas que jamais imaginaria aprender aos 34 anos, a terminar a carreira.»

Ler Mais
Comentários (66)

Últimas Notícias