Jesus critica atitude agressiva do Botafogo: «Foi caça ao homem»

Flamengo 08-11-2019 07:54
Por Redação

O Flamengo venceu o Botafogo com um golo aos 89 minutos, mas Jorge Jesus estava mais zangado com a forma como considera que o rival abordou a partida: excesso de faltas por não saber como contrariar o jogo do Flamengo.

 

«Foi um jogo difícil. Foi mais difícil na primeira parte porque houve uma ´caça ao homem´ aos jogadores do Flamengo. Só quiseram bater, parar, fazer faltas. Um treinador, para saber parar o adversário, preciso de ter argumentos técnicos e táticos, não é assim que as pessoas gostam de ver futebol. Quiseram intimidar os jogadores do Flamengo, mas não conseguiram, sabíamos que faríamos um golo mais tarde ou mais cedo», desabafou Jorge Jesus, dando exemplo:

 

«Nos primeiros 20 minutos, o nosso médico entrou quatro ou cinco vezes para atender o Bruno Henrique e o Gabigol. Os centrais do Botafogo queriam bater, descontrolar o Gabigol. Foi fora do normal o que aconteceu, principalmente os centrais do Botafogo. Que sirva de exemplo, porque isso não é futebol.»

 

«Não ganhámos com nota artística, mas ganhámos três pontos. Ganhámos a uma equipa que nunca quis ganhar», referiu Jorge Jesus, que disse ainda que o uruguaio Arrascaeta ficará provavelmente fora do jogo com o Bahia.

 

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias