«Assobios? Não tenho problemas de memória...»

Botafogo 02.11.2022 08:12
Por Redação

O Botafogo de Luís Castro perdeu na última madrugada na receção ao Cuiabá e pode terminar a jornada 35 perdendo o 10.º lugar, mas o treinador português ainda não desistiu de um lugar na Taça Libertadores, reservado diretamente aos 6 primeiros, com mais dois lugares de qualificação.  


«Temos melhores resultados fora de casa do que em casa, isso é factual. O porquê disso... Hoje foi a incapacidade de transformar em golo as quatro oportunidades claras que tivemos. Se tivéssemos marcado, haveria paz na equipa para construir um resultado. O golo do Cuiabá [marcou aos 41 e aos 52] deixou-nos instáveis, o segundo golo piorou as coisas», avaliou Luís Castro.


O treinador português defendeu a equipa contra assobios da bancada. «Eu não tenho problemas de memória. Sei bem o que passámos ao longo da temporada, as dificuldades que tivemos. E sei, também, o quanto os meus jogadores trabalharam, batalharam nestes momentos difíceis. Eles sabem que os apoio sempre, mas também sou um crítico, não fecho os olhos para o que há mal ou o que eu faço mal. Mas também não me esqueço do passado para lembrar só do momento», referiu, falando das hipóteses de qualificação para as competições internacionais:


«A partir do momento que atinjamos a sul-americana [entre o 9.º e o 14.º] e matematicamente e ela esteja fechada, olhamos sempre para cima. Como ela está praticamente fechada, não matematicamente, olhamos para cima. E olhar para cima é olhar para a Libertadores. O máximo de distância que podemos ficar, dependendo da jornada, é a cinco pontos. Portanto vamos continuar a lutar por isso.»

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal