«Nasceram para fazer história neste clube, é o destino deles»

Palmeiras 11.08.2022 09:45
Por Redação

Abel Ferreira era, naturalmente, um treinador orgulhoso após a qualificação para as meias-finais da Taça Libertadores, após eliminar o Atlético Mineiro nos penáltis (6-5).

«Sobre a força mental, esta equipa acredita. Vem das mães e pais deles, é fruto dos pais e mães destes jogadores, que devem estar orgulhosos do que eles fazem. A crença e espírito de união tem muito a ver com eles. A minha quota é de trinta por cento, já disse várias vezes. O resto são eles. Não corri, não me desgastei, estava quietinho, eles lutaram até o fim, foram ao fundo do espírito e capacidades coletivas», realçou o treinador português, em conferência de imprensa.


Abel Ferreira revelou que tinha tido uma premonição: «Os penáltis são competência e não conheço uma equipa que perde sempre e outra que ganhe sempre. Um dia iríamos ganhar. Hoje, disse antes: 'vai ter de ser hoje, por todo o contexto'. Menos um, menos dois... tinha de ser hoje.»


Na perseguição de feito inédito para um clube brasileiro — conquistar o terceiro título consecutivo —, Abel Ferreira teceu rasgados elogios aos jogadores: «Eles nasceram para fazer história neste clube, é o destino deles. Contra muitas adversidades, muitas mesmo, fomos capazes de superar tudo de forma coletiva.»



Ler Mais
Comentários (11)

Últimas Notícias