Vítor Pereira comenta polémica Jorge Jesus-Flamengo

Corinthians 09-05-2022 08:07
Por Redação

Vítor Pereira comentou a recente polémica gerada pela presença de Jorge Jesus no Brasil junto do Flamengo, causando desconforto a Paulo Sousa ao admitir um desejo de regressar ao clube.

 

O treinado do Corinthians foi apontado por Jesus como o melhor treinador português em atividade no Brasil - há ainda Luís Castro no Botafogo -, mas quando questionado sobre o assunto após a vitória por 1-0 sobre o Bragantino, o técnico, preferiu elogiar todos os compatriotas, relativizando a declarações de Jesus, que teria dito que só esperava até 20 de maio (mais tarde um esclarecimento referiu que Jesus se referia a qualquer clube, não só ao Flamengo).

 

«Ainda não ouvi da boca do Jorge Jesus a confirmação sobre as declarações. Falar na casa dos outros é algo que evito, gosto de estar no meu canto. Para mim, os outros três treinadores que estão no Brasil têm qualidade. O próprio Jorge Jesus tem muita qualidade, provou aqui no Brasil. Abel Ferreira provou. Luís Castro conheço muito bem, trabalhámos no FC Porto, estivemos lá na mesma altura, ele era diretor de formação, eu era treinador. O Paulo Sousa fez carreira no estrangeiro com títulos, cada um com suas características e qualidades. E com méritos para estarem aqui em equipas grandes. É o que posso dizer sobre o assunto», começou por comentar.

 

Ainda sobre o assunto, Vítor Pereira falou num mundo competitivo: «Provavelmente muita gente entrou em contato com o Paulo, é um mundo extremamente competitivo. Agora sobre as declarações, caso se confirmem, tem que o próprio (Jesus) explicar, quem sou eu para chegar aqui e julgar o Jorge? De certeza que o Paulo percebe que este é um mundo extremamente competitivo e somos julgados a todos os momentos, às vezes bem e às vezes de forma incorreta. Não vou alongar mais ao assunto, os treinadores todos têm qualidade, não caíram aqui de paraquedas.»

 

«Eu não provei aqui absolutamente nada, já perdi vários jogos, não costumo perder tantos, mas não preparei a equipa da melhor forma. É trabalhar, respeitar todos, ser respeitado e continuar a trabalhar», fechou.

Ler Mais
Comentários (7)

Últimas Notícias