Abel inspirou-se em Mourinho para levar o Palmeiras à segunda final consecutiva

Libertadores 29-09-2021 13:06
Por Redação

O Palmeiras, orientado por Abel Ferreira, qualificou-se pela segunda vez consecutiva para a final da Taça Libertadores. Valeu, esta madrugada, o empate (1-1) no Mineirão, casa do Atlético Mineiro, na segunda mão das meias-finais, depois de um empate a zero no primeiro jogo. 


O treinador português foi muito criticado depois do primeiro jogo, em que usou uma estratégia defensiva que gerou críticas, referindo agora que se inspirou num jogo específico. Ao longo da partida de ontem, foi sempre recomendando calma aos seus jogadores, sendo que o Atlético Mineiro até se adiantou no marcador aos 52 minutos, mas foi precioso o golo de Dudu aos 68.  

 

«Para esta calma e inteligência inspirei-me num Manchester United-FC Porto [oitavos de final da Liga dos Campeões em 2003/04]. O Mourinho empatou em casa, zero a zero, e em Old Trafford fez um golo no final para avançar [marcado por Costinha]. Foi isso que eu disse aos meus jogadores, temos de fazer um golo e vamos fazer. Temos uma Libertadores impecável, limpinha, com mérito dos jogadores, trabalho árduo e disciplina, coisas que faltam no Brasil às vezes», comentou, voltando a criticar quem o criticou por um futebol pobre no Palmeiras:

 

«É isso que faz a diferença entre um rato e um homem, acreditar no seu trabalho. Sou português com muito orgulho. Quando se olha para o Cristiano Ronaldo vê-se uma mentalidade vencedora, e disso eu não vou abdicar nunca.»

Ler Mais
Comentários (11)

Últimas Notícias