Batido recorde de demissões no Brasileirão

Brasil 15-09-2020 08:51
Por Redação

A demissão a meio da semana passada de Tiago Nunes do Corinthians fez passar para sete o número de chicotadas no Brasileirão com só 10 jornadas disputadas, havendo encontros em atraso devido ao Covid-19. Mais de um terço dos clubes, portanto, já trocou de técnico.

Na quarta jornada caíram Eduardo Barroca no Coritiba e Ney Franco no Goiás, na quinta Daniel Paulista no Sport e Dorival Júnior no Athletico, na sexta foi a vez do Bragantino abdicar de Felipe Conceição e na sétima de Roger Machado sair do Bahia. Que para o seu lugar contratou Mano Menezes, antecipando-se ao timão, que o tinha debaixo de olho.

O Brasileirão de 2020 está a superar as duas edições anteriores. Em 2018 e em 2019, depois de tantas críticas, os dirigentes pareciam menos passionais: no ano passado, só se tinham registado quatro mudanças à 10.ª jornada; no anterior, seis.
 

Ler Mais
Comentários (18)

Últimas Notícias