Árbitros do Moçambola suspensos por 75 dias

Moçambique 17.06.2022 12:11
Por Álvaro da Costa, Maputo

A Comissão Nacional de Árbitros de Futebol (CNAF) suspendeu os árbitros Eduardo Chissano (principal) e Cláudio Macamo (assistente) por um período de 75 dias devido ao mau trabalho prestado no jogo entre o Ferroviário da Beira e Black Bulls de Inácio Soares, realizado a 15 de maio, a contar para a 2.ª jornada do Moçambola. 


Segundo o 'Notícias', a CNAF tomou a decisão após receber o relatório da Comissão de Inquérito para determinar o grau de culpabilidade na infração às leis de jogo cometidas pelos referidos árbitros na partida. A comissão foi constituída por Eduardo Mahumane, Adolfo Chitache e Paulo Buque. A CNAF tomou a decisão após a apreciação da Comissão de Análise de Jogos ao relatório de delegado técnico e análise das imagens da partida.


Refira-se que final do desafio, as duas equipas defenderam que arbitragem teve influência no resultado.


A Black Bulls entende que o golo do empate dos “locomotivas”, nos instantes finais, foi em posição de fora de jogo. Por outro lado, os beirenses entendem que ficaram por assinalar dois penáltis a seu favor.


Ler Mais

Últimas Notícias