Black Bulls de Hélder Duarte hercúleo e mais próximo do título

Moçambique 17-10-2021 22:05
Por ALEXANDRE ZANDAMELA, Maputo

A três jornadas da conclusão do Campeonato Moçambicano de Futebol da 1.ª Divisão, somente um cataclismo pode afastar o Black Bulls da conquista do seu primeiro título da história. Na 23.ª jornada da prova, o conjunto treinado pelo português Hélder Duarte foi hercúleo na recepção ao campeão Costa do Sol, ganhando, este domingo, no Tchumene, por uma bola sem resposta, golo de Vítor, aos 87 minutos.


Além do seu importante triunfo ante uns canarinhos soçobrados, os touros aproveitaram-se do empate, na véspera, do Ferroviário da Beira na visita ao Desportivo de Maputo (0-0) para se colocarem cada vez mais próximos do título, ao alargarem de cinco para sete pontos a diferença em relação ao seu mais directo perseguidor.
 

Neste momento, as dúvidas e incertezas quanto ao vencedor do Moçambola vão se dissipando, já que o novo primodivisionário Black Bulls não está a dar tréguas a ninguém. É verdade que as próximas três rondas serão decisivas e bastante difíceis para a equipa de Hélder Duarte, mas não restam dúvidas que está tudo bem encaminhado para o efeito.
 

E quis o destino que um dos adversários que os touros ainda terão pela frente fosse precisamente o Ferroviário da Beira, na penúltima jornada, no Tchumene, depois de, na primeira volta, terem ganho no Chiveve. Mas, antes, viajam para Lichinga, onde vão defrontar o também sensacional Ferroviário local, podendo erguer o canecão em Xinavane, ante o Incomáti, na derradeira jornada.


A renascer das cinzas quanto à possibilidade de novamente terminar na segunda posição está a União Desportiva do Songo, que recebeu e goleou o Incomáti por 3-0, com tentos de Tico, Kwali e John Banda. A turma de Carlos Manuel, com uma partida a menos, diante do Costa do Sol, está neste momento no terceiro lugar, a seis pontos do locomotivas do Chiveve, daí a razão do seu sonho.
 

Numa jornada em que quatro Ferroviários estiveram no mesmo campo, apenas o de Nacala saiu vencedor, no seu terreno, por 2-1, na recepção ao homónimo de Nacala, golos de João e Dinis, enquanto Valter marcou para os da terra dos Mataka. No Estádio da Machava, Ferroviário de Maputo e Ferroviário de Nampula empataram 2-2, com Celso e Kidou a adiantarem-se para os donos da casa, para depois Cley e Chelito fazerem os tentos da equipa do português Nélson Santos.


Em Quelimane, Matchedje de Mocuba e Associação Desportiva de Vilankulo empatara 1-1 e, na Matola, Liga Desportiva de Maputo e o lanterna vermelha Textáfrica do Chimoio ficaram-se pelo nulo.

 

Resultados da 23,ª jornada

Black Bulls, 1-Costa do Sol, 0                           

Desportivo de Maputo, 0-Ferroviário da Beira, 0

UD Songo, 3-Incomáti de Xinavane, 0

Ferroviário de Maputo, 2-Ferroviário de Nampula, 2

Ferroviário de Nacala, 2-Ferroviário de Lichinga, 1         

Liga Desportiva, 0-Textáfrica do Chimoio, 0                   

Matchedje de Mocuba, 1-AD Vilankulo, 1

 

Classificação
Black Bulls 54 pontos
Ferroviário da Beira 47
UD Songo (menos um jogo) 41
Ferroviário de Lichinga 38
Ferroviário de Maputo 36
Costa do Sol  (menos um jogo) 32
AD Vilankulo 32
Ferroviário de Nacala 31
Liga Desportiva de Maputo 28
Ferroviário de Nampula 26
Incomáti 23
Matchedje de Mocuba 17
Desportivo de Maputo 16
Textáfrica do Chimoio 13 pontos

  

  

 

Ler Mais

Últimas Notícias