Sundowns e Al Ahly disputam Luís Miquissone

Moçambique 01-03-2021 15:57
Por Alexandre Zandamela, Maputo

Dois gigantes do futebol africano, designadamente Mamelodi Sundowns, da África do Sul, e Al Ahly, do Egipto, batem-se pela contratação do jovem futebolista moçambicano Luís Miquissone, que está a fazer uma carreira brilhante ao serviço do Simba FC, da Tanzânia.

 

Tudo se precipitou na semana passada, no Estádio Benjamim Nkapa, em Dar-es-Salaam, curiosamente no encontro estas duas formações, para a Liga dos Campeões de África. Na ocasião, a turma tanzaniana ganhou por uma bola sem resposta, mercê de um espectacular golo assinado por Miquissone.

 

Foi uma verdadeira obra de arte, em que o moçambicano, depois de “trocar os olhos” à defensa egípcia e à entrada da grande área encheu o pé, arrancando um tento de antologia, deixando embasbacado o técnico sul-africano do Al Ahly, Pitso Mosimane.

 

Por ironia do destino, foi Mosimane, então à frente do Mamelodi Sundowns, que dispensou Luís Miquissone do campeão sul-africano, quando este se aventurou pelo futebol deste país.

 

Agora, com o médio ofensivo internacional moçambicano verdadeiramente em alta – na Tanzânia, onde é cognominado de “Konde Boy”, até já lhe ergueram uma estátua –, acrescentando-se a sua exibição de sonho diante do Al Ahly,  Pitso Mosimane, rendido ao jovem de 25 anos, não pretende voltar a cometer o mesmo erro do passado: quer Luís Miquissone já para a próxima temporada, tendo pedido à Direcção do colosso egípcio para que entre na corrida pela sua contratação.

Mas, na África do Sul, o Sundowns – provavelmente arrependido – também não quer falhar e já se movimenta para ter o jogador com um dos trunfos para manter a sua hegemonia no futebol sul-africano.

 

Entretanto, o Simba FC, vendo a sua jóia super valorizada, já veio a terreiro avisar que só liberta Luís Miquissone por um milhão de euros, o que seria um encaixe memorável na história do futebol tanzaniano.    

 

Miquissone foi lançado para a ribalta do futebol africano pela União Desportiva do Songo, clube com o qual ganhou o Campeonato Moçambicano da 1ª Divisão (Moçambola).

 

Natural de Angónia, um remoto distrito da província de Tete, na fronteira com o Malawi, “Konde Boy” iniciou-se no futebol representando o Águias de Angónia, antes de dar o salto para o Songo.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias