Governo autoriza condicionalmente regresso aos treinos no Moçambola

Moçambique 16-02-2021 16:52
Por Alexandre Zandamela, Maputo

O Governo autorizou o regresso aos treinos por parte dos clubes que disputam o Campeonato Moçambicano de Futebol da 1ª Divisão, mas com a condição de possuírem, no seu plantel, menos de 10 por cento de jogadores com teste positivo para o novo Coronavírus.

 

Segundo decisão saída na sessão desta terça-feira do Conselho de Ministros, a permissão para o retorno dos treinos visa permitir que os jogadores da selecção possam estar, no mínimo, em actividade, tendo em conta o duplo compromisso dos Mambas no próximo mês de Março, diante do Ruanda e de Cabo Verde, para o CAN Camarões-2021.

 

Igualmente, esta permissão é uma resposta ao pedido formulado ao Governo pelos clubes do Moçambola para que, enquanto a competição estiver suspensa, os atletas estejam a treinar, o que evitaria uma nova pré-época quando o campeonato for reatado, segundo defendiam alguns treinadores.

 

Equacionadas estas preocupações, no entanto, sem deixar de lado a questão central que tem a ver com a necessidade de contenção da propagação da pandemia, o Governo aceitou autorizar o regresso aos treinos, mas colocando como condição menos de 10 por cento de jogadores com teste positivo para o novo Coronavírus.

 

Aliás, depois da decisão de suspender tanto o Moçambola como os treinos, anunciada na última comunicação à Nação pelo Presidente da República, Filipe Nyusi, o Governo, através da Secretaria de Estado do Desporto, a Federação e a Liga Moçambicana de Futebol criaram condições para que os 14 clubes fossem submetidos a testes de despiste de Covid-19, facto que aconteceu nos dias 11 e 12 deste mês.

 

Com os resultados dos testes na mesa, o Governo, embora autorizando o regresso aos treinos, não deixou de manifestar a sua preocupação com o número de atletas infectados pela Covid-19 nos clubes do Moçambola, com uma taxa de positividade de 12.3 por cento, portanto, acima da média nacional, que é de 10 por cento.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos