Projeto Dragon Force na Black Bulls gera resultado histórico para futebol moçambicano

Moçambique 05-01-2021 16:19
Por Álvaro da Costa, Maputo

Foi em 2016 que a Black Bulls assinou um protocolo com o FC Porto para desenvolver, através do projeto Dragon Force, um programa de caça de talentos em Moçambique, assente na criação de escolas de jogadores.

 

De lá para cá, milhares de crianças e jovens foram mobilizados. Inúmeros talentos foram descobertos e despontaram com destaque para Geny Catamo, hoje jogador do Sporting em Portugal.

 

Ora, o trabalho realizado em mais de quatro anos, já começou a gerar os seus frutos até a nível nacional, pois foi com 13 jogadores da Black Bulls, formados à luz do Dragon Force, que a Seleção moçambicana de sub-20 conquistou a Taça COSAFA em dezembro último, naquele que foi o primeiro troféu internacional para o futebol moçambicano.  Se dúvidas houvesse, ficaram dissipadas com este grande feito, que tem muito a mão do trabalho que vem sendo desenvolvido pelos técnicos portugueses Hélder Duarte e Inácio Soares, treinador principal e adjunto, respetivamente, da Black Bulls. 

 

Os Mambinhas iniciaram segunda feira a preparação para o CAN, que terá lugar na Mauritânia em fevereiro, e Dário Monteiro chamou 13 jogadores da Black Bulls, são eles: Simon Cipriano, Kimiss Zavala, René Tembe, Cleyd Tropa, Aylton Zerefos, Celton Jamisse, José Zavala, Dércio Augusto, Valdemiro Paulino, Miguel Muchanga, Teixeira Nhanombe, Usssene Ramadane e Ananias Nhamtumbo. Mas importa que se diga, que a participação da Black Bulls nos Mambinhas não se faz em quantidade, mas em qualidade, visto que tem um papel fundamental. Kimiss Zavala é o guarda-redes de 16 anos, que tanto se fala por ter terminado a Taça COSAFA sem sofrer um único golo, enquanto Dércio Augusto marcou o golo na final que deu a vitória sobre a Namíbia, por 1-0, ambos diamantes dos Touros.

 

É um facto que esta geração de talentoso jogadores , com o perfume da boa escola do FC Porto, promete continuar a fazer furor no CAN sob o comando de Dário Monteiro, antigo craque da Académica de Coimbra. 

Ler Mais

Últimas Notícias

Mundos