PGR devem investigar Isabel dos Santos e facilitadores portugueses - ativista Rafael Marques

Angola 20-01-2020 13:31
Por Lusa

O ativista angolano Rafael Marques defendeu hoje que as Procuradorias-Gerais da República (PGR) de Portugal e de Angola devem abrir um inquérito a Isabel dos Santos e aos seus facilitadores portugueses de negócios revelados na investigação jornalística "Luanda Leaks".

 

Em declarações à Lusa, Rafael Marques disse que o "Luanda Leaks" ajuda a entender as ramificações e os tentáculos dos negócios da filha do ex-presidente José Eduardo dos Santos.

 

"Antes via-se a cabeça do polvo, mas não se viam os tentáculos. Agora foram revelados todos os tentáculos deste polvo de negociatas", salientou.

Ler Mais

Últimas Notícias

Mundos