«A BOLA está no rumo certo ao apostar na TV» - Felisbela Lopes

A BOLA TV - Canal 12 MEO 10-08-2012 20:23
Por Germano Almeida
Felisbela Lopes, professora no departamento de Ciências da Comunicação da Universidade do Minho e doutorada em televisão, comenta a entrada de A BOLA TV no cabo como «uma evolução natural no caminho que os media têm tomado nos últimos anos».

Para esta investigadora, que estuda ao pormenor a questão do acesso dos comentadores aos canais televisivos, «A BOLA mostra estar no rumo certo ao apostar na TV». Isto porque «a evolução dos media tem apontado para a convergência dos diferentes géneros», explica a professora universitária.

A autora do livro «A TV dos jornalistas» observa que «cada vez mais, vai deixar de haver a separação entre jornais, net e televisão. Já tinha havido uma primeira experiência do Diário Económico, que evoluiu para a Económico TV, com bons resultados. Ao ir pelo mesmo caminho, A BOLA está a dizer ao mercado que há espaço para mais apostas neste sentido».

Felisbela Lopes, cuja tese de doutoramento se focou na análise à programação televisiva semanal dos canais generalistas, reforça uma ideia que vai ganhando força nos meios jornalísticos: «Começa a deixar de fazer sentido falar-se em jornalistas do papel, jornalistas da net e jornalistas de televisão. A evolução aponta para que todos possam fazer um pouco de tudo».

Identificada a convergência, a investigadora da Universidade do Minho ressalva: «Haverá sempre algum tipo de especialização, de tal modo que será importante existir nestes projetos algumas pessoas com experiência na área televisiva. Mas o que A BOLA está a proporcionar, com este passo, é que os conteúdos desportivos que produz possam chegar a novos públicos».

E Felisbela Lopes acredita, até, que «a entrada de A BOLA TV no cabo pode, a médio prazo, permitir um aumento nas vendas do jornal, dado que o novo meio difunde o jornal a novos segmentos e isso pode ser muito positivo».
Ler Mais
Comentários (0)