FCP - SCP: Um grande clássico (artigo de Aníbal Styliano, 50)

Espaço Universidade 05-03-2018 20:34
Por Aníbal Styliano
O jogo acabou e em vez de relatório específico, preferi captar a emoção sentida, as impressões causadas.
O tempo com chuva rigorosa e previsões meteorológicas complexas cedeu o lugar à exibição de um jogo de futebol intenso.
Objetivos idênticos para a vitória, mas com realidades diversas quanto à classificação.
O futebol nacional, no estádio do Dragão, juntou as duas equipas que praticam o melhor futebol neste momento e que integram jogadores de enorme qualidade.
Primeiro destaque: As declarações dos treinadores (antes e depois do jogo) deveriam servir para formação e promoção. Respeito mútuo, dignidade, ética, contribuindo para a pacificação do futebol. Pormenor que devemos destacar para que aprendizes de "feiticeiros e paraquedistas estranhos" não penalizem mais o futebol que temos e que no campo, tem muita qualidade. Já se esqueceram que ainda somos os “Campeões Europeus”?
Os dirigentes que tutelam o futebol podem ter aprendido, com este jogo, a serem mais humildes, mais solidários e mais determinados na defesa da excelência do jogo.
Os maiores protagonistas terão de ser sempre os jogadores, os inventores das vitórias e mesmo dos impossíveis. E neste jogo houve momentos imparáveis com excelência técnica.
Oportunidades para ambos os lados, limitações de jogadores para as duas equipas mais sobrecarregadas do nosso campeonato, inevitáveis lesões, atitude de grande profissionalismo e dois técnicos a mexerem no jogo de forma diversa e sistemática, em função de opções e de necessidades claras, estratégicas e um vencedor, sem que o vencido não tenha ganho também a confiança na sua enorme qualidade...
Taticamente, um jogo sedutor, um manual de oportunidades.
Também os jogadores que, no fim, prestaram declarações foram exemplares.
Que excelente imagem dada por dois jovens talentos!
Jogos assim fazem muita falta e este veio numa altura importante caso a Liga e a FPF o saibam entender e utilizar para promoção do futebol que nos apaixona.
Mais do que técnicas de marketing, estes jogos de grande intensidade e competência são indispensáveis para fortalecer o jogo e a paixão pelo futebol.
Inventar “cabalas”, isolar-se numa “torre blindada”, permitir constantes e maquiavélicas suspeições, já não deviam ter espaço para manter construtores da desgraça que nunca entenderam o que é o futebol e servem outros eventuais interesses.
Todas as equipas em campo (incluindo a de Arbitragem) estiveram a um nível muito elevado. A exigência física e psicológica foi constante.
Os adeptos desempenharam a sua função essencial: apoiar os seus clubes pela positiva.
Ambiente fantástico em noite de clássico que ficará a perdurar nas memórias de todos e muito particularmente nas dos mais jovens que assim reforçam a emoção pelo jogo mágico em que uma bola imparável consegue atrair as atenções, os silêncios, as reações, de todos os que puderam assistir.
Puxei pela vitória do FCP enquanto outros o fizeram pelo SCP: é destino irreversível. Sempre sem fanatismos que prejudicam muito mais.
Parabéns aos participantes. Viva o futebol.

Aníbal Styliano é Professor licenciado em História; treinador de futebol nível IV UEFA Pro Licence; diretor pedagógico da Associação de Futebol do Porto; membro da comissão de formação da Federação Portuguesa de Futebol e do conselho consultivo da Associação Nacional de Treinadores de Futebol
Ler Mais
20:54  -  25-02-2018
Futebol: Raiz e Utopia (artigo Aníbal Styliano, 49)
12:41  -  16-02-2018
Nem euforia na vitória, nem prostração na derrota (artigo de Aníbal Styliano, 48)
20:16  -  05-02-2018
O medo, os servidores e os indícios de uma tragédia (artigo de Aníbal Styliano, 47)
13:47  -  28-01-2018
Sem surpresas, infelizmente (artigo de Aníbal Styliano, 46)
23:50  -  16-01-2018
Quanto vale uma vida? (artigo de Aníbal Styliano, 45)
09:46  -  01-01-2018
Grande abraço ao Rio Ave F.C. (artigo de Aníbal Styliano, 43)
14:31  -  31-12-2017
Tempo desperdiçado é jogo adiado (artigo de Aníbal Styliano, 42)
17:07  -  20-12-2017
O Jardim da Celeste... e o Futebol (artigo de Aníbal Styliano, 40)
17:06  -  26-11-2017
Futebol, Arbitragem e Repentes de Ditadura (artigo de Aníbal Styliano, 38)
16:58  -  12-11-2017
Futebol e amizade com origens e futuros diversos (artigo de Aníbal Styliano, 37)
19:42  -  22-10-2017
Futebol sem preconceitos (artigo de Aníbal Styliano, 36)
10:59  -  16-09-2017
Vídeoarbitro: Inesperada armadilha? (artigo de Aníbal Styliano, 34)
17:16  -  03-09-2017
Ao futebol o que é do futebol (artigo de Aníbal Styliano, 32)
12:07  -  28-08-2017
Nem dependência nem subserviência (artigo de Aníbal Styliano, 31)
11:39  -  15-08-2017
Lendas que resistem a tudo (artigo de Aníbal Styliano, 29)
10:28  -  02-08-2017
Futebol: 2017, o Ano da grande vertigem e do assalto ao futuro (artigo de Aníbal Styliano, 28)
12:23  -  22-07-2017
Fundos sem fundo (artigo de Aníbal Styliano, 26)
08:09  -  09-06-2017
Sem retorno (artigo de Aníbal Styliano, 24)
08:00  -  31-05-2017
Futebol coerente: Um golo eficiente (artigo de Aníbal Styliano, 23)
12:50  -  09-05-2017
Golo na própria baliza (artigo de Aníbal Styliano, 22)
21:29  -  30-04-2017
Do futebol para a nossa sociedade (artigo de Aníbal Styliano, 21)
11:43  -  26-04-2017
Futebol: Caos, guerra, indiferença ou dignidade? (artigo de Aníbal Styliano, 20)
15:53  -  21-04-2017
Aprisionar o futebol? Missão impossível! (artigo de Aníbal Styliano, 19)
21:32  -  15-04-2017
O dia em que o futebol foi esquecido (artigo de Aníbal Styliano, 18)
17:31  -  07-04-2017
«Futebol sem cartilhas» (artigo de Aníbal Styliano, 17)
23:54  -  23-03-2017
Nunca te esqueças (grita-nos a Memória do futebol) (artigo de Aníbal Styliano, 16)
21:39  -  16-03-2017
O indomável e imprevisível futebol (artigo de Aníbal Styliano, 15)
22:45  -  13-03-2017
Jogos que não se podem perder: o futebol ou vence ou é destruído! (artigo de Aníbal Styliano, 14)
00:04  -  28-02-2017
Football Talks e o equilíbrio da Pirâmide (artigo de Aníbal Styliano, 13)
16:49  -  23-02-2017
O que é a perfeição? (artigo de Aníbal Styliano, 12)
12:32  -  18-02-2017
Futebol, Sinais e Rumos (artigo de Aníbal Styliano, 11)
16:39  -  28-01-2017
O futebol como exemplo de liberdade (artigo de Aníbal Styliano, 10)
13:41  -  28-12-2016
Os maiores desafios ao futebol (artigo de Aníbal Styliano, 7)
18:15  -  08-11-2016
Futebol com inclusão ou imposição? (artigo de Aníbal Styliano, 4)
15:39  -  26-10-2016
Futebol - Uma outra face (artigo de Aníbal Styliano, 3)
16:54  -  28-09-2016
Formação de treinadores de futebol em Portugal (artigo de Aníbal Styliano, 2)
Comentários (0)

Últimas Notícias

ATENÇÃO: Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais