«Alguns jogadores disseram-me que iam para o Benfica, mas não para Portugal»

Benfica 04-10-2021 23:04
Por Redação

Em entrevista à BTV, Rui Costa, candidato à presidência do Benfica, aproveitou a conversa sobre reforços para deixar um desabafo quanto à competitividade do campeonato português no estrangeiro. O líder das águias apontou esse facto como decisivo para perder algumas potenciais contratações.

 

«Ao longo destes anos alguns consegui convencer a vir para Portugal porque era o Benfica. Da mesma maneira que perdi muitos jogadores que podiam acrescentar enorme valor que me disseram que iam para o Benfica, mas não para a Portugal. Até por isto temos que ser mais céleres na busca de alguns jovens, mas seletivos na contratação de jogadores e maiores em termos europeus», atirou.

 

O presidente interino do Benfica abordou também a aposta na formação que está a ser realizada no clube.

 

«Temos feito um grande trabalho, basta ver que temos vários jogadores formados nas equipas que disputam a Liga dos Campeões. As pessoas pensam logo porque é que eles não ficam no clube, mas muitas vezes não depende só de nós. Depende do jogador, porque aqui não conseguimos dar as condições que outros dão. É o modelo do futebol português, em que não há equipas de grandes dimensões sem fazer vendas. É impossível competir com outros clubes que oferecem cinco vezes o nosso teto salarial», desabafou, apelando aos sócios: «Haverá sempre espaço para os nossos jovens no plantel principal. Temos o Diogo Gonçalves, o Morato e o Gonçalo Ramos. Quando os jovens têm valor, vão ter oportunidades».

Ler Mais
Comentários (79)

Últimas Notícias