Gonçalo Inácio com presença em noite de muitas estreias

Sporting 15-09-2021 08:49
Por Eduardo Marques

Quatro anos depois o Sporting está de regresso à prova que todos querem jogar. Pela visibilidade que a mesma empresta a técnicos e jogadores; pelos milhões que estão em jogo, sempre importantes para as finanças dos clubes. Quis o sorteio que fossem os neerlandeses do Ajax a apadrinhar o regresso do Sporting à Liga dos Campeões. Um regresso por mérito próprio, fruto da conquista do título nacional conquistado na época anterior.


Se para a equipa de Amorim é um desejado regresso ao passado (para o Ajax é a quarta presença consecutiva na fase de grupos), esta será também uma noite de estreias para muitos. A começar pelo treinador, que fará o seu primeiro jogo de Liga dos Campeões, mas também para a maior parte do onze que hoje subirá ao relvado, a começar por Gonçalo Inácio. O jovem defesa-central está recuperado dos problemas físicos que o afastaram do clássico e tem entrada direta no onze, para o lugar de Coates que cumpre castigo. Menos uma dor de cabeça para Rúben Amorim, que na estreia europeia não contará, além do seu capitão, também com Pedro Gonçalves, o goleador da equipa.


Se Gonçalo Inácio não faltará à estreia do leão na Champions, muitos dos seus companheiros terão  também o privilégio de ouvir o hino pela primeira vez, alguns deles dos mais experientes do plantel. Feddal, Paulinho, Pedro Porro, Matheus Nunes, Jovane Cabral e Nuno Santos terão sensação única quando hoje, às 20 horas, entrarem no relvado do José Alvalade.


Ao contrário, por exemplo, de Antonio Adán, João Palhinha, Luís Neto ou Rúben Vinagre, já com experiências anteriores na milionária prova europeia de clubes. Só como nota de rodapé, é Pablo Sarabia, último reforço dos leões, o mais experiente, somando 31 presenças, quase tantas como todos os outros companheiros de plantel,  embora o espanhol tenha lugar reservado no banco. Assim, Adán será dono da baliza; Neto, Gonçalo Inácio e Feddal a linha de três defesas. No meio campo, Porro, Palhinha, Matheus Nunes e Rúben Vinagre e no ataque o mesmo tridente do clássico, com Jovane, Paulinho e Nuno Santos.


Leia o artigo na integra na edição impressa ou digital de A BOLA.

Ler Mais
Comentários (155)

Últimas Notícias

Mundos