«Gostava de continuar no FC Porto para jogar»

FC Porto 14-06-2021 11:52
Por Pedro Barros

Tomás Esteves (19 anos) passou em revista a carreira em entrevista ao jornalista luso-francês Rémi Martins. O lateral-direito que esteve cedido ao Reading - sétimo classificado do Championship de Inglaterra - igualmente abordou o regresso ao FC Porto finalizado o período de um ano de empréstimo.


O defensor, aliás, partiu para as ilhas britânicas com a indicação de que estaria de volta, por não ter sido contemplada uma opção de compra. «Espero corresponder a esse voto de confiança que me deram», é a leitura que o jogador faz da iniciativa dos dragões, evidenciando a sua ambição para este regresso: «Gostava de continuar no FC Porto para jogar. Não é que não queira estar num sítio onde não jogo, mas se não jogar vou lutar para isso.»


Tomás Esteves já esteve integrado no plantel principal em 2019/2020, tendo oportunidade de alinhar em três desafios e de ser campeão nacional, chamada concretizada na sequência dos créditos apresentados na conquista da Youth League, em 2018/2019.


O convívio diário com Sérgio Conceição como técnico foi positivo, adianta o mesmo atleta. «Foi uma época de aprendizagem. Não joguei tanto como gostava e achava que podia ter jogado, mas aprendi e cresci muito», adiantou, acrescentando sobre o treinador: «Dizia-me o que tinha de fazer melhor, corrigia-me e dava-me dicas. Ajudou-me também muito a crescer e aprender.»


Ainda assim, Tomás Esteves não deixa de manifestar a opinião de que podia «ter mais minutos». «Estava capaz de isso, mas o mister pensou que não e eu respeitei sempre isso.  Podia, se calhar, ser mais intenso e talvez fosse essa a razão de não ter jogado tanto», argumentou o lateral-direito, convocando, ainda, a sua determinação para a próxima época: «Estou, agora, mais capaz de lutar por um lugar no onze. Quero impor-me, quero jogar, quero agradar e estou confiante que vou conseguir fazer isso.»
 

Ler Mais
Comentários (11)

Últimas Notícias

Mundos