Zeca (Copenhaga) aposta em start-up tecnológica

Dinamarca 17-05-2021 10:17
Por Redação

Zeca Rodrigues, de 32 anos e a cumprir a quarta época de ligação ao Copenhaga de um contrato válido por mais duas temporadas, começa a preparar o futuro pós-futebol, tendo decidido apostar forte na criação de uma start-up de base tecnológica. 

 

Nesta segunda-feira, o experiente futebolista português que é também capitão da seleção da Grécia, apresenta a «Remeet», uma app que promete «revolucionar e normalizar» as vidas das pessoas, ainda envolvidas por um quadro pandémico gerado pela Covid-19.

 

«Antes de mais, fazia sentido preparar o caminho para quando deixasse os relvados e estou sempre disponível para experimentar coisas novas e diversificar o meu futuro profissional. Gostei desta ideia acima de tudo porque o conceito é inovador e fez-me sentido apoiá-la porque  tem valores com os quais me identifico e tenta beneficiar todos os envolvidos: pretende ajudar as pessoas e a economia – todos ganham!», revela Zeca, que se aliou a Milton Martins, amigo de longa data e antigo colega no Casa Pia, clube onde o igualmente capitão do Copenhaga iniciou a carreira como profissional, nesta aventura pelo empreendedorismo.

 

A Remeet, pode ler-se no comunicado enviado à Imprensa, «é uma aplicação que surge com o objetivo de promover reencontros sociais» e «nasce com o intuito de apoiar cidadãos e negócios a prosperarem no pós-pandemia».

 

A marca «beneficia  ambas  as  partes:  os  negócios  geram  mais  afluência e faturação e os clientes recuperam a sua vida social», podendo os utilizadores da app acumular pontos que valem, depois, «experiências e viagens».

 

O que é a Remeet? Em traços gerais, trata-se de «uma app que promove os encontros entre duas ou mais pessoas, com o intuito de aproximar e recuperar a espontaneidade e a vida social do passado, ao mesmo tempo que promove os estabelecimentos parceiros e lhes dá um tão necessário empurrão na recuperação económica», abrangendo«todo o tipo  de  serviços (teatros, cinemas, concertos, desporto, hotéis, restaurantes, wellness, espaços culturais, entre  outros)».

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Mundos