«FC Porto? Se conseguirmos levar o jogo até ao fim já será muito bom…»

Tondela 08-04-2021 13:37
Por Arménio Pereira

O Tondela recebe o FC Porto no sábado (18 horas), no Estádio João Cardoso, em jogo da 26.ª jornada da Liga. A equipa de Pako Ayestarán atravessa um dos melhores momentos da época, após a primeira vitória fora, no domingo, em Guimarães, mas o adversário é o atual campeão nacional e por isso esperam-se dificuldades acrescidas.

 

O treinador espanhol, na antevisão da partida, salientou que o grupo está consciente da responsabilidade que tem depois da primeira vitória fora, que foi muito importante, «não só pelos três pontos mas porque permitiu desbloquear mentalmente o que estava acontecer fora de casa, que não era normal.»

 

«Sabíamos que estávamos perto de lograr a primeira vitória…creio que dá mais tranquilidade», destacou.

 

A semana de trabalho não mudou em demasia, explicando Pako Ayestarán que os três ou quatro primeiros dias têm sempre em conta a sua equipa e só nos dois últimos dias se tem em conta o adversário.

 

«Sabemos da dificuldade do jogo que vamos enfrentar. As exibições do FC Porto na Europa estão a demonstrar a equipa que é, e além disso, nos últimos jogos não perdeu, ganhou quinze e empatou quatro, é a equipa com melhor ataque com 51 golos, nos últimos jogos faz sempre dois golos ou mais…».

 

Depois da derrota na Liga dos Campeões, frente ao Chelsea, o treinador do Tondela não acredita que os dragões estejam mais fragilizados e explica as razões: «O FC Porto é uma equipa que demonstra sempre o nível de clube que é, porque as grandes equipas competem sempre de forma igual… Creio que vai ter o mesmo nível de intensidade e de aplicação como jogasse contra o Chelsea. Sabemos que temos de estar na perfeição se quisermos obter algo deste jogo.»

 

Pako Ayestarán encara este desafio à semelhança do que referiu aquando da visita do Sporting.

 

«Se conseguirmos levar o jogo até ao fim já será bom. O FC Porto é uma equipa que no ataque é muito forte, viu-se contra o Chelsea que no primeiro tempo teve o controlo do jogo, quiçá recuou um pouco cinco minutos antes do intervalo e foi quando encaixou o golo, por um pequeno erro. Se chegarmos ao final do jogo com possibilidades já será bom para nós…», referiu, garantindo, ainda, que serão aproveitadas todas as oportunidades que o adversário possa oferecer.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias