Sofreram até ao fim, mas Roma e Paulo Fonseca vingaram-se mesmo do Spezia

Itália 23-01-2021 15:58
Por Redação

Depois de uma semana muito complicada, com as ondas de choque da eliminação e posterior desqualificação da Taça de Itália - na sequência das seis substituições feitas por Paulo Fonseca, que motivaram despedimentos de dois funcionários e um alegado confronto de alguns jogadores com o treinador português no balneário -, a Roma voltou às vitórias diante precisamente do seu carrasco Spezia por 4-3, em jogo da 19.ª jornada da Serie A italiana.

 

No Olímpico, e num jogo naturalmente em que os Giallorossi mostraram muitos nervos, nem o primeiro golo, marcado por Borja Mayoral a passe de Pellegrini, aos 17 minutos, acalmou a equipa. A culpa é do Spezia, que igualou sete minutos depois por Piccoli, após Kumbulla e Smalling não ter conseguido tirar a bola de perto da baliza de Pau López. 

 

Os romanos voltaram melhor para o segundo tempo, e Borja Mayoral bisou aos 52 minutos, desta vez servido por Veretout. Três minutos, o vencedor parecia encontrado quando Karsdorp assinou o 3-1, a passe de Spinazzola. Não estava, e o conjunto de Paulo Fonseca voltou a tremer.

 

Aos 59, quatro minutos depois do 3-1, o Spezia voltou a marcar, por Diego Farias, a passe de Galabinov, e em cima dos 90 minutos uma gaffe monumental de Smalling permitiu que Daniele Verde, que já tinha marcado na eliminação da Roma na Taça, empatasse outra vez a partida.

 

Já no segundo minuto de descontos, um excelente trabalho de Bruno Peres, já na área, abriu o caminho para a finalização de Lorenzo Pellegrini e para uma vitória muito procurada pelo conjunto da casa.

 

A Roma é terceira da tabela, a seis pontos do líder Milan, mas com mais um jogo realizado. O Spezia é 14.º, quatro pontos acima dos lugares de despromoção.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias