«Foi um festival de sofrimento»

Volta a Itália 18-10-2020 18:16
Por Redação

João Almeida deu conta das dificuldades para concluir a 15.ª etapa da Volta a Itália no quarto lugar, resultado que lhe permitiu conservar por mais um dia a camisola rosa de líder.

 

«Foi uma etapa positiva. Sofri muito na última subida, mas estou orgulhoso pelo que consegui», disse o português da Deceuninck, assumindo que não conseguiu responder ao ataque dos três corredores da frente, liderado pelo holandês Wilco Kelderman (Sunweb), segundo da geral.

 

«Só pensava em segurar a camisola rosa, pensava que ia perdê-la. O ritmo tem sido muito elevado desde a primeira etapa. Na última subida os três corredores foram muito rápidos para mim. Conheço o meu corpo e os meus limites, é preciso correr com inteligência.»

 

«Sinto-me bem, faltam seis etapas para concluir o Giro e mal posso esperar para ver até onde posso ir, mas primeiro preciso descansar um pouco. Sem a equipa, isto não seria possível. São menos de 20 segundos [para o segundo da geral], mas vou defender-me», assegurou.

Ler Mais
Comentários (37)

Últimas Notícias