Trump e Murphy seguem: após Glasgow, Ronnie só volta em fevereiro

Snooker 11-12-2019 00:19
Por António Barroso

O inglês Judd Trump, de 30 anos, número um da hierarquia e campeão mundial e o seu compatriota e campeão mundial em 2005, Shaun Murphy, venceram na noite desta terça-feira os respetivos encontros da 1.ª ronda do Open da Escócia, prova da época 2019/2020 da World Snooker a decorrer até domingo, dia 15 do corrente mês, em Glasgow.

 

Mais dois dos principais favoritos que se juntaram a Mark Allen, Mark Selby, John Higgins, Neil Robertson e Ding Junhui no lote de grandes candidatos à vitória, que foi para Allen na pretérita edição do torneio (9-7 a Shaun Murphy na final) ainda em prova na Emirates Arena.

 

Além destes, há, ainda, o incontornável Ronnie O’Sullivan, que, soube-se ainda esta terça-feira, está a competir pela última vez em mês e meio que irá ficar em pousio, depois de domingo, dia 15, em Glasgow… se chegar à final.

 

Depois de vencer Dominic Dale (4-3) durante a tarde, e dado O’Sullivan ter declinado jogar o Masters, de 12 a 19 de janeiro, em Londres, quando perder no Open da Escócia, o ‘Rocket’ só voltará a poder ser visto a competir, na melhor das hipóteses… dentro de mês e meio: a 3 de fevereiro, no World Grand Prix, primeira das três provas Coral Series, reservada aos melhores 32 do ‘ranking’ a um ano (Ronnie é 16.º), em Cheltenham, de 3 a 9 de março. E é preciso estar nesse ‘top32’.

 

É na Emirates Arena que tem de ir longe, neste Open da Escócia, e amealhar libras que cheguem para se manter nos 32 melhores a um ano… e quiçá ver O’Sullivan quebrar o recorde e chegar aos 37 títulos de ‘ranking’ e tornar-se o mais ganhador de sempre do snooker na sua era moderna (tem 36, tantos quantos Stephen Hendry). De contrário, e caso falhe o ‘top32’ a um ano, então, pior ainda: ‘Rocket’ a competir só na última das Home Nations Series, o Open de Gales, na Motorpoint Arena, de Cardiff, de… 10 a 16 de fevereiro de 2020.

 

E isto porque neste dia se realizou o sorteio das qualificações do European Masters e do German Masters, fase a jogar de 17 a 22 do corrente mês no Barnsley Metrodome, em Inglaterra - 17 a 19 para o primeiro torneio, 20 a 22 para o segundo, cada jogador qualifica-se com duas vitória.. para cada prova – e Ronnie… não se inscreveu.

 

O’Sullivan ficará de fora (também) nestes dois torneios, o primeiro de 22 a 25 de janeiro em Messe Dorbirn (Áustria), o segundo de 29 de janeiro a 2 de fevereiro no Tempodrom, Berlim…. além do Masters, em janeiro. Não competirá, de todo, no primeiro mês de 2020. Vai descansar a partir do fim, para si, neste Scottish Open… até fevereiro.

 

É ver se chega a domingo em Glasgow… e à final, com o cutelo na cabeça e a fasquia bem alta, com o leitor avisado: cada jogo de Ronnie na semana em curso, até domingo, pode ser o último em competição até 3 de fevereiro… se perder. Se o ‘Rocket’ gosta da pressão, mais do que ficar mês e meio sem competir em caso de desaire, não existe.

 

Na noite desta terça-feira, Judd Trump ganhou ao campeão africano, o marroquino Amine Amiri (4-0) e defronta a seguir o chinês Yuan SiJun. Shaun Murphy superiorizou-se a Daniel Wells (4-1) e avançou para defrontar, a seguir, Mark Davis. Referência para o finalista do UK Championship, Stephen Maguire, que bateu o veterano Jimmy White por 4-0 e tem embate apetecível em perspetiva na 2.ª ronda com… Marco Fu.

 

O Open da Escócia, prova da época 2019/2020 da World Snooker, pontua para o ‘ranking’ e decorre até domingo, dia 15, na Emirates Arena, em Glasgow. Distribui £405 mil (€481.405) de prémios, das quais £70 mil (€83.206) ao campeão.

 

Os jogos são à melhor de 7 frames (até um vencer quatro deles, 4-0 a possíveis 4-3) até aos oitavos de final, com Mark Allen a defender o título de 2018 (9-7 a Shaun Murphy na final) na prova, transmitida para Portugal (EuroSport).

 

Últimos dos principais jogos da 1.ª ronda esta 3.ª feira (apurados a negro):

Judd Trump-Amine Amiri, 4-0

Shaun Murphy-Daniel Wells, 4-1

Stephen Maguire-Jimmy White, 4-0

 

Principais jogos da 2.ª ronda, 4.º feira (hora local e de Lisboa):

Mark Allen-Louis Heathcote (10 horas)

John Higgins-Alexander Ursenbacher (13 horas)

Alfie Burden-Mark Selby (14 horas)

Yuan SiJun-Judd Trump (14 horas)

Ian Burns-Neil Robertson (16.30 horas)

Stephen Maguire-Marco Fu (16.30 horas)

Ronnie O’Sullivan-James Cahill (19 horas)

Shaun Murphy-Mark Davis (19 horas)

Ding Junhui-Mei Xi Wen (20 horas)

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias