Mattheus Oliveira, uma pedra no sapato

Sporting 08-12-2019 12:22
Por Bruno Andrade

Por onde anda, o que tem feito e o que vai acontecer com Mattheus Oliveira? Três perguntas certamente muito frequentes entre os adeptos do Sporting nos últimos meses. Enquanto aguarda a reabertura do mercado, no próximo mês de janeiro, para quem sabe, desta vez, aceitar sair do emblema de Alvalade, o médio brasileiro tem-se treinado com o plantel principal, ainda que sem entrar nas contas de Silas.

 

Com contrato válido até junho de 2022 e uma cláusula de rescisão de 60 milhões de euros, Mattheus tem sido uma verdadeira pedra no sapato da SAD dos leões desde o verão passado. Rejeitou diversas ofertas para ser negociado por empréstimo, dos mais diversos países, entre eles China, Chipre, Rússia, Turquia e até mesmo Coreia do Sul.

 

«Foi-lhe explicado que não contávamos com ele mas recusou todas as propostas de transferência e preferiu ficar aqui. Preferiu não jogar futebol, estranho», desabafou o presidente leonino Frederico Varandas, no início do mês de setembro.

 

Com o pai, Bebeto, antigo internacional brasileiro, sempre a ter papel importante nas decisões, o médio de 26 anos, sabe A BOLA, ultimamente tem sofrido com um sério problema de gestão de carreira, o que pode vir a ser uma dor de cabeça, tanto para si como também para o próprio Sporting: a constante troca de empresários, que em muito dificultam as negociações.

 

Até meados deste ano, Mattheus Oliveira trabalhava com a TFM Agency, de quem acabou por distanciar-se no fim de agosto. Em seguida, aproximou-se do ex-internacional português Deco, dono da D20 Sports. A ligação durou pouquíssimo tempo. Depois, curiosamente, chegou a ser aconselhado indiretamente por outro ídolo do futebol português: Fernando Couto. Hoje, apesar de não ter qualquer documento assinado, Mattheus está a ser representado pelo brasileiro Tiago Guadagno, da G7 Football Investments, numa parceria com o próprio Bebeto, que, segundo pessoas ouvidas por A BOLA, está cada vez mais próximo das decisões de fundo na carreira do filho, o que tem atrapalhado, contam-nos, a definição do futuro, como aconteceu precisamente no último mercado.

 

Com o passe avaliado em 2 milhões de euros e dono de um ordenado de €300 mil limpos por época, o médio sabe que o emblema verde e branco quer negociá-lo o quanto antes e em definitivo. Ainda assim, tem deixado claro, nos bastidores, que não vai aceitar uma proposta qualquer, muito menos por empréstimo e para ligas inferiores.

 

Desde que foi contratado ao Estoril, em 2017, o jogador formado no Flamengo fez apenas quatro partidas oficiais e marcou um golo pela equipa principal do Sporting. Neste período, foi cedido ao V. Guimarães, onde jogou por duas épocas consecutivas (2017/18 e 2018/19).

Ler Mais
Comentários (17)

Últimas Notícias