Acusação não apurou ações dos arguidos no ataque à Academia

Sporting 21-11-2019 18:06
Por Redação

A acusação no processo em torno do ataque à Academia do Sporting não apurou individualmente as ações de cada um dos 42 arguidos. A revelação foi feita esta quinta-feira pelo militar da GNR que subscreveu o relatório da investigação.

«Individualmente, não foi apurado quem fez o quê, porque dentro do balneário não há sistema de videovigilância», disse José Monteiro na terceira sessão do julgamento.

O militar, que disse ter tomado conta da investigação em setembro do ano passado, dos indivíduos que entraram na Academia, 23 foram detidos em flagrante delito, enquanto os restantes identificados pelas imagens das câmaras de videovigilância.

Questionado pelo advogado de Bruno de Caravalho, o militar da GNR referiu que o antigo presidente do Sporting não esteve envolvido nas mensagens trocadas nos grupos de mensagens, nos quais foi combinado o ataque levado a cabo a 15 de maio de 2018.

Ler Mais
Comentários (25)

Últimas Notícias