Guerreiros passam sempre os galos

SC Braga 19-11-2019 07:48
Por Pedro Barros

O SC Braga retomou na segunda-feira os ensaios, tendo em vista o jogo com o Gil Vicente, respeitante à 4.ª eliminatória da Taça de Portugal. Um duelo minhoto, cuja história remonta a 1955 e que se resume a cinco embates na prova rainha.

 

Há um dado extremamente animador a orientar o espírito dos guerreiros por estes dias: o SC Braga ultrapassou com êxito todas as eliminatórias frente ao emblema de Barcelos na competição, nunca tendo perdido sequer qualquer desafio. Há memória apenas de um empate, na longínqua temporada de 1976/1977, uma meia-final que se alargou a duas mãos para o necessário desempate.

 

No primeiro jogo, em Barcelos, o 0-0 prevaleceu no final dos 90 minutos e do prolongamento. Já no segundo desafio, em Braga, o poder dos guerreiros ficou bem vincado com o marcador a assinalar 4-1, num jogo em que se destacou uma das melhores duplas ofensivas do clube: três golos de Chico Gordo (avançado angolano que somou 145 partidas e 76 remates certeiros pelos arsenalistas) e um de Chico Faria (164/40).

 

Nos restantes desafios, o SC Braga venceu sempre por margem superior a dois golos, atestando uma supremacia clara do emblema da sede de distrito: 3-1, em 1954/1955 (oitavos de final); 5-2, em 1978/1979 (oitavos de final); 2-0, em 1993/1994 (4.ª ronda).

Ler Mais
Comentários (13)

Últimas Notícias