Sacko chega a zero do CAN

Vitória de Guimarães 18-11-2019 10:26
Por Paulo Montes

Falaye Sacko, 24 anos, voltou ontem a ficar no banco, sem direito a jogar, na partida que o Mali disputou com o Chade e que terminou com a vitória da sua seleção, por 2-0, no apuramento para o CAN-2021.

 

Sacko já não tinha sido utilizado no embate com a Guiné Conacri, na quarta-feira anterior, que ditou um empate a dois golos para a formação orientada por Mohamed Magassouba.


Estas duas ausências do lateral-direito vitoriano não constituem, apesar de tudo, motivo para apreensão, já que o jogador fora portador de um plano de recuperação face a uma recente lesão sofrida em Guimarães: mazela muscular contraída no jogo com o Eintracht Frankfurt, então com previsão de seis semanas de paragem, precisamente até meados deste mês.


Neste cenário, tudo aponta para que o maliano reintegre esta semana os treinos do plantel minhoto e já totalmente apto para competir, podendo mesmo vir a ser opção para a visita do Standard Liège, no próximo dia 28, ao D. Afonso Henriques, na retoma da Liga Europa.


Nas demais partidas do CAN em que ontem participaram seleções que integram jogadores do plantel de Ivo Vieira, destaque para Tapsoba, que voltou a ser titular pelo Burkina Faso, desta feita, diante do Sudão do Sul, com triunfo por 2-1. A meio da semana, o jovem central tinha empatado a zero com o Uganda.
No banco de suplentes ficou Mikel Agu, na goleada sobre o Lesoto (4-2), repetindo a condição vivida dias antes, com o Benim (2-1).


Quanto a Al Musrati, titular na derrota (1-4) frente à Tunísia, volta a competir esta terça-feira, com a Tanzânia.

 

Ler Mais
Comentários (27)

Últimas Notícias