Futebolistas espanholas em greve por melhores condições laborais

Futebol Feminino 16-11-2019 21:01
Por Redação

Os jogos da nona ronda do Campeonato Espanhol Feminino, que deveriam decorrer este fim-de-semana, foram cancelados devido à greve das futebolistas da primeira divisão, que arrancou na passada quinta-feira.

 

As jogadoras espanholas reivindicam um salário mínimo de 16 mil euros anuais, bem como direitos laborais iguais aos do futebol masculino. Neste sentido, o sindicato de futebolistas espanhóis (AFE) tem realizado negociações com a Associação de Clubes de Futebol Feminino (ACFF).

 

Na passada terça-feira, o sindicato divulgou que as jogadoras aceitavam a proposta da Direção Geral de Trabalho do governo espanhol, porém, a CFF rejeitou os termos apresentados. Face a esta recusa, o sindicato avançou com a greve na quinta-feira passada, por considerar que «a ACFF mostrou uma atitude imóvel, sem oferecer alternativas ou possíveis soluções para travar o conflito».

 

O atacante francês, Antoine Griezmann, já veio a público apoiar as futebolistas nesta greve, ao divulgar uma publicação na rede social 'Twitter' na qual se pode ler: «Envio o meu apoio a todas as colegas de futebol feminino que estão em greve para lutar pelos seus direito. Muito ânimo!»

 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias