«Ronaldo deveria ter ficado no Real Madrid»

Juventus 12-11-2019 13:06
Por Redação

Numa altura em que Cristiano Ronaldo está a receber muitas críticas pelo episódio protagonizado ao ser substituído no jogo com o Milan, Ramón Calderón, antigo presidente do Real Madrid, salienta que o internacional português ainda deveria estar no clube merengue.

Em entrevista concedida ao ‘calciomercato.it', Ramón Calderón começa por dizer que a reação de Ronaldo no momento da substituição por Dybala «é normal», salientando que «os grandes jogadores nunca querem sair do campo».

Para o antigo líder do clube merengue, o problema vem de trás, nomeadamente a saída do Real Madrid. «Acho que foi um erro, tanto para o Real Madrid como para Cristiano. O clube quase o pressionou a sair: o presidente negou-lhe um aumento salarial ao jogador, que leu nos jornais sobre a tentativa de contratar Neymar. Ronaldo, depois de quebrar todos os recordes, pediu um aumento de cinco milhões de euros. Ao receber o 'não', a situação ficou complicada, até porque o clube estava preparado para aceitar a sua saída por 100 milhões. Acreditavam que Cristiano estava na fase final da sua carreira e que ninguém jamais os pagaria ... », contou Ramón Calderón, rematando:

«Ele, sem dúvida, escolheu outro grande clube, no qual ele teve e terá a oportunidade de ganhar títulos e marcar muitos golos. Mas em Madrid ele ganhou tudo, os adeptos amam-no, é uma lenda: ficar era a melhor opção.»

Ler Mais
Comentários (59)

Últimas Notícias