Missão cumprida: alpinista subiu as 14 montanhas mais altas no mundo em menos de 7 meses

Mais Desporto 29-10-2019 12:51
Por Redação

O alpinista Nirmal Purja alcançou esta segunda-feira um feito inédito: o alpinista tinha-se proposto a concluir a missão 14/7 - Project Possible, em que tentaria escalar as 14 maiores montanhas do mundo em sete meses, ou seja, na mesma temporada. Purja chegou ontem ao cume do Shisha Pangma, a 14.ª montanha mais alta do mundo, com mais de 8 mil metros, na cordilheira dos Himalaias. 

 

Purja assinalou o feito no Twitter, destacando a ajuda de três sherpas. A missão foi concluída às 8.58 horas locais, tendo todo o projeto sido concluído em seis meses e seis dias. 

 

O alpininista de 36 anos, ex-soldado das forças especiais britânicas de origem nepalesa, ficou ainda conhecido por ter tirado uma foto do engarrafamento na descida do Everest.

 

 

 

 

Esta maratona bate largamente o recorde anterior com recurso a oxigénio em pelo menos uma subida - era de sete anos, onze meses e 14 dias e pertencia ao polaco Jerzy Kukuczka, que faleceu na Lhotse em 1989.

 

A «corrida» começou em abril com uma subida ao Annapurna (Nepal, 8.091m), seguindo-se outros cumes nepaleses Dhaulagiri (8.167m), Kanchenjunga (8.586m), Everest (8.848m), Lhotse (8.516m) e Makalu (8.485m). Depois de algumas semanas de repouso, em julho lançou-se aos «cinco do Paquistão» -  Nanga Parbat (8.126m),Gasherbrum 1 (8.080), Gasherbrum 2 (8.035), K2 (8.611) e Broad Peak (8.051) e depois em setembro Cho Oyu (China, 8.188m) e  Manaslu (Nepal, 8.163m), antes de concluir ontem o Shishapangma (8.027).

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias