Jamie Carragher: «Não há dúvida que cometemos um erro gigantesco»

Liverpool 22-10-2019 10:45
Por Redação

O ex-jogador do Liverpool e agora analista, no canal inglês Sky Sports, Jamie Carragher, admitiu que os jogadores dos reds cometeram todos um erro, quando vestiram t-shirts a apoiar o colega de equipa, Luis Suárez, depois do incidente racista com Patrick Evra, em 2011.

 

«Talvez tenha de olhar para mim e dizer que não tive a coragem como indíviduo para dizer 'não visto isso'. Não penso que todos no Liverpool pensassem que o que estávamos a fazer era o correto, mas penso que como uma equipa, ou como uma família, a primeira reação é apoiá-los, mesmo que estejas errado. E isso é errado», afirmou.

 

O ex-internacional inglês pediu desculpa ao antigo lateral do Manchester United, que explicou: «Quando vi aquilo, fiquei do género, isto é rídiculo. Isto é inacreditável. Metes o teu clube em perigo quando fazes coisas como essa. Tens de apoiar sempre o teu colega porque é da tua equipa, mas isto foi depois de ele ter sido castigado. Se fosse antes e estivéssemos a aguardar pela sanção, eu teria compreendido. Que mensagem é que envias ao mundo? Apoiar alguém que foi castigado porque usou palavras racistas.»

 

Jamie Carragher admitiu: «Não há dúvida que cometemos um erro gigantesco. Não vou mentir e dizer que não estive envolvido, porque como equipa estivemos mal e eu era o vice-capitão.»

 

Apesar de ter negado as acusações, o avançado uruguaio foi castigado e esteve de fora por oito jogos, além de pagar uma multa que lhe foi atribuída pela federação inglesa de futebol.

 

 

 

Ler Mais
Comentários (4)

Últimas Notícias