Estratégia condicionada pelo número de ausentes

Vitória de Guimarães 22-10-2019 09:19
Por Redação

Aeliminação da Taça de Portugal aos pés do Sintra Football ainda não foi bem digerida, mas em Guimarães não há tempo a perder. O momento é de concentração absoluta e preparação para o próximo compromisso, radicalmente oposto em termos de motivação para os jogadores: o adversário é o Arsenal e do outro lado do campo vão estar estrelas de nível mundial.


Sem paragens, o plantel cura a ressaca de tão imprevisível afastamento de uma competição importante em termos nacionais e sonha com um brilharete no relvado do Estádio Emirates, mas além do sinal de alarme que ecoa face ao último resultado há outros indicadores que levantam preocupações ao treinador, Ivo Vieira.


Além dos sete jogadores que figuravam na lista de baixas por lesão - Jhonatan, Miguel Oliveira, Sacko, Joseph, Wakaso, André e Ola John -, juntaram-se agora ao quadro clínico outras duas potenciais opções para o embate frente ao Arsenal. Bondarenko fraturou um dedo da mão direita e teve de ser submetido a uma cirurgia no passado sábado, enquanto que Lucas Evangelista sofreu um traumatismo na coxa esquerda e pensa apenas na possibilidade - por enquanto remota - de voltar ao ativo na deslocação a Alvalade, no  próximo domingo.


Outra preocupação é Miguel Silva. Titular no primeiro jogo da fase de grupos da Liga Europa, diante do Eintracht Frankfurt, o guarda-redes foi suturado num joelho e trabalha ainda com muitas limitações. 

Ler Mais
Comentários (43)

Últimas Notícias