«Ninguém gosta de perder tantas vezes seguidas»

Aves 19-10-2019 22:47
Por Redação

Depois da partida, em declarações na zona de entrevistas rápidas, Augusto Inácio, treinador do Desportivo das Aves, disse estar desiludido tanto com a vitória como com o desemprenho dos jogadores e apela ao esforço e trabalho da equipa, para que se consiga fazer melhor.

 

«A primeira parte (do Aves) foi muito fraca, com falta de concentração em muitos momentos do jogo, principalmente nas bolas paradas. No início da segunda parte, tivemos uma reação boa, fizemos o 3-1 rapidamente, mas voltámos os cometer os erros que temos cometido no campeonato e o Farense acabou por ganhar por uma diferença de três golos, justa, porque o Farense foi muito melhor e nós nunca nos encontrámos. O Farense mereceu ganhar, tem uma bela equipa e faço votos para que consigam subir de divisão», afirmou.

 

«É uma frustração muito grande. Ninguém gosta de perder tantas vezes seguidas. Nunca me aconteceu na minha carreira. É evidente que vamos tirar ilações depois deste jogo. Não há fórmula mágica que não seja continuar a trabalhar. Não sacudo a água do capote, mas os jogadores têm de rever o seu foco e concentração, não só para cada jogo, mas para cada treino. Senti a equipa desinibida no treino, mas chegaram ao jogo e ficaram bloqueados. A mentalidade não se compra, trabalha-se. Se os jogadores não trabalharem, vão ter problemas. Hoje é o treinador, amanhã podem ser eles», completou.


Quando questionado relativamente à sua continuidade no comando do clube, Inácio foi bastante claro: «Isso é entre mim e a direção. Vamos falar. É uma coisa que não vou comentar publicamente enquanto não falar com os responsáveis. A reação dos adeptos é normal. Quando a equipa não ganha, não joga bem, é normal que o líder seja o alvo, assumo isso. Não sou só líder para as vitórias, sou líder para as derrotas também. O Inácio nunca foi problema para ninguém e não é agora que o será.»

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias