Daryl Morey não será sancionado

NBA 15-10-2019 07:30
Por Miguel Candeias

Apesar das fortes pressões chinesas e sabendo do risco de largos milhões de dólares de prejuízo, tanto os Rockets como a NBA já fizeram saber que não haverá qualquer ação disciplinar sobre o general manager da equipa de Houston Daryl Morey, que ao escrever um twitt na conta pessoal de apoio aos movimentos pró-democracia em Hong Kong espoletou um tufão de indignação e boicotes das autoridades, liga de basquetebol e empresas chinesas e quase colocou em risco os dois jogos de pré-época que Lakers e Nets realizariam dias depois.

 

As duas entidades consideram que Morey não falou em nome do clube ou da Liga e o ato está dentro do direito de «liberdade de expressão» que a NBA defende.

 

Estudos indicam que os Rockets, equipa com mais fãs na China por Yao Ming ali ter atuado oito épocas, poderão perder 22,65 milhões de euros em patrocínios chineses. No entanto, nas últimas horas as autoridades do país têm refreado as críticas à NBA,  pois  o reflexo a nível mundial estavam a prejudicar a imagem da China além-fronteiras.

 

O gigante de comunicação Tencent, que dia 6 anunciara boicote às transmissões de toda a época da NBA, retirou a notícia do site e fez saber que no dia seguinte ao arranque da época (22 de outubro), emitirá resumos das partidas.

 

A partir de 23 transmitirá os jogos regularmente. Recentemente a Tencent assinou contrato com a NBA por cinco anos no valor de 1,36 mil milhões de euros.               
 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias