«Foi irritante não estar na seleção»

FC Porto 09-10-2019 09:16
Por Paulo Pinto

Corona abordou publicamente pela primeira vez a polémica em que se viu envolvido com o selecionador Tata Martino, em março deste ano, após falhar a convocatória do México devido a problemas físicos e que ditou a sua exclusão da Gold Cup, no verão.

 

Apesar de estar a contas com uma tendinite muscular - tem origem na coluna lombar e liga-se ao músculo ilíaco na pelve -, o extremo aflorou a celeuma com treinador argentino.

 

«Foi irritante [não estar na Seleção] porque o que se dizia não era verdade. Não sabia se devia falar ou não, era sempre uma confusão dentro da minha cabeça, mas acabei por não dizer nada. Sabia que ia chegar o momento de explicar como foram as coisas, que foi um mal-entendido e ponto», afirmou, prosseguindo as suas explicações:

 

«Se queria estar na Gold Cup? Claro que sim. E aí pensava ‘vai chamar-me ou não?’. Depois de recuperar da lesão que tive no joelho só queria chegar bem à Gold Cup. No entanto, com o mal-entendido acabei por não marcar presença. Claro que tinha a ambição de ter estado presente, mas também tinha de aceitar as consequências», explicou.

 

Tata Martino, por seu lado, revelou que as portas da seleção estão sempre abertas para os melhores jogadores.

 

«Sempre senti o Tecatito comprometido. O que aconteceu foi que tivemos opiniões diferentes a respeito dos procedimentos naquela data FIFA, em março. Nessa altura, houve um retrocesso e chegámos a ter um corte de relações», sublinhou, assegurando que um telefonema de Corona o fez mudar de opinião.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias