Tammy Abraham: «Se acontece a um de nós, acontece a todos»

Inglaterra 09-10-2019 00:05
Por Redação

Na antecâmara do jogo de qualificação para o Euro-2020 frente à Bulgária, Harry Kane liderou os britânicos na decisão de abandono em caso de abuso racial, mesmo que implique a perda de pontos.

 

A UEFA ordenou à federação búlgara que fechasse 5000 assentos do estádio nacional Vasil Levski. O motivo deve-se a um incidente com cânticos abusivos por parte de adeptos búlgaros nos encontros que opuseram a Bulgária às congéneres do Kosovo e da República Checa.

 

Tammy Abraham, atacante do Chelsea, pegou no mote de Kane e frisou que os jogadores da Inglaterra estão preparados para abandonar o terreno de jogo em caso de serem vítimas de racismo.

 

«Tal como o Harry [Kane] disse, se acontecer falamos com o jogador afetado, e se não estiver satisfeito, saímos todos do campo. É um assunto que diz respeito à equipa. Não singularizem, somos um grupo. Se acontece a um de nós, acontece a todos.»

 

O jovem jogador tem estado em destaque neste início de época pelos blues com oito golos em oito jogos na Liga inglesa.

 

 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias