«Florentino não queria Cristiano Ronaldo»

Real Madrid 21-09-2019 09:45
Por Pereira Ramos

Ramón Calderón, antigo presidente do Real Madrid (julho de 2006 a janeiro de 2009), explicou, em recente entrevista a A BOLA, os contornos da contratação de Cristiano Ronaldo, negócio que alinhavou e que seria concretizado já com Florentino Pérez na presidência. Agora, para provar a veracidade daquilo que sempre disse, Calderón, 68 anos, aceitou tornar públicos dois documentos importantíssimos na história da casa blanca - a correspondência trocada entre jogador e clube na qual selam acordo para a temporada seguinte e estipulam em €30 milhões o valor da indemnização caso alguma das partes roesse a corda.


«Não tenho de andar a dizer todos os dias que fui eu quem proporcionou a vinda de Cristiano Ronaldo para o Real Madrid, mas feriu-me muito que o atual presidente tenha dito publicamente que essa foi a sua melhor contratação. É mesquinho que queira atribuir a ele próprio algo que foram outros a tratar. Era muito mais fácil ter reconhecido que, graças a outro presidente, o Real teve durante nove anos o melhor jogador do mundo», declarou, a A BOLA, antes de concretizar no mesmo tom: «Quando assumiu a presidência, Florentino não queria Ronaldo, tentou romper o contrato que tínhamos assinado, o jogador soube disso e como não queria mudar-se para um clube onde não fosse desejado, esteve quase a não vir. Estava, inclusivamente, disposto a renunciar à indemnização prevista no acordo.»

 

 

Ler Mais
Comentários (23)

Últimas Notícias