A noite em que Ronaldo alcança dois feitos históricos e aproxima-se de Ali Daei

Seleção 10-09-2019 22:53
Por Redação

Cristiano Ronaldo voltou a ser figura incontornável da Seleção. O avançado da Juventus apontou quatro golos na vitória de Portugal sobre a Lituânia (5-1) e colocou o nome em mais dois registos históricos.

 

O poker apontado à Lituânia foi o segundo de Ronaldo ao serviço da Seleção, depois dos quatro golos apontados a Andorra (6-0) na qualificação para o Mundial-2018. Um feito único na história da equipa das quinas.

 

De resto, só Eusebio em 1966 (à Coreia do Norte no Mundial-1966) e Nuno Gomes em 2001 (à Andorra na qualificação para o Mundial-2002) é que tinham conseguido pokers ao serviço da Seleção.

 

Cristiano Ronaldo passou também a somar 24 golos em jogos de qualificação da zona europeia, ultrapassando assim o anterior recorde de Robbie Keane. O ex-Tottenham apontou 23 tentos pela República da Irlanda.

 

Além disso, Ronaldo passou a somar 93 golos em 160 jogos pela Seleção e aproxima-se do recorde Ali Daei. O histórico avançado de 50 anos apontou 109 tentos em 149 internacionalizações pelo Irão e é o melhor marcador da história do futebol de seleções.

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (56)

Últimas Notícias