Craques da casa inspiram fundação do Bessa FC

Boavista 10-09-2019 09:09
Por Pascoal Sousa

O Boavista fundou um novo clube, o Bessa Futebol Clube, que vai competir na 2.ª Divisão Distrital da AF Porto e é um projeto destinado, numa primeira fase, aos jogadores de primeiro ano das equipas de sub-15 e sub-17. O novo emblema tem um plano de crescimento a médio/longo prazo e entra em ação já esta temporada, com duas finalidades: formar craques para o futuro, como é lógico, mas sobretudo maximizar as receitas resultantes dos direitos de formação de jogadores criados pelo Boavista e transferidos para clubes de nomeada, como foram os casos de André Gomes ou Bruno Fernandes.

 

Em virtude do protocolo assinado com o vizinho Pasteleira, o Boavista teve de partilhar parte dos direitos de formação dos dois craques. Por ocasião da transferência de André Gomes do Valência para o Barcelona, por exemplo, o Pasteleira ganhou 87 mil euros, isto porque o médio jogou uma temporada no pequeno emblema das freguesias de Lordelo do Ouro e Massarelos.  


Bruno Fernandes, por seu turno, esteve três anos no Pasteleira e também terá rendido uma boa soma. Estes são os jogadores mais mediáticos, mas há outros casos no passado que fizeram com que a SAD do Boavista e o clube assumissem a criação do Bessa Futebol Clube de modo a manter as verbas no contexto financeiro dos axadrezados.

 

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias