Wesley Sneijder e o adeus aos relvados: «Queria recuperar a minha liberdade»

Holanda 17:15
Por Redação

Wesley Sneijder, que decidiu pendurar as botas aos 35 anos, revelou, em declarações reproduzidas pelo De Telegraaf, que «necessitva de recuperar a liberdade».

 

«Há dois ou três meses dei-me conta alguns clubes interessados na minha contratação vieram ver-me de perto, mas não estava interessado nas suas propostas. Chegou o momento de pôr um ponto final. Se eu quisesse e tivesse treinador para isso, poderia jogar mais dois ou três anos no Qatar, mas já decidi que está na hora de deixar os relvados», revelou, antes de recordar onde tudo começou.

 

«Aos sete anos já jogava no Ajax. Desde então tenho vivido num túnel onde não me posso mexer. Quase nunca posso viver os fins de semana, os aniversários, as festas, e até mesmo os funerais. Queria recuperar a minha liberdade. Levo o futebol no sangue e isso nunca mudará, mas acho que já fiz o que tinha a fazer», rematou o holandês.

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (3)

Últimas Notícias