Salário igual no futebol feminino? «É ridículo!»

Holanda 14-08-2019 12:37
Por Redação

É a opinião de Frank de Boer na sequência da decisão da Federação holandesa de futebol em remunerar, com salários iguais, atletas das seleções masculina e feminina, a partir de 2023.

 

«A meu ver é ridículo», começou por dizer em entrevista ao jornal britânico The Guardian, justificando-se: «Se 500 milhões de pessoas assistem à final de do Mundial e 100 milhões à final do Mundial feminino, existe uma diferença. Por isso, não é a mesma coisa.»

 

E prossegue: «Claro que as mulheres devem receber o que merecem, não menos do que isso, mas aquilo que merecem. Se (o futebol feminino) for tão popular como o masculino devem receber a mesma coisa porque as receitas e a publicidade irão ao encontro disso. Mas, na realidade, não é isso que acontece. Então, porque hão-de receber o mesmo? É ridículo, não consigo compreender.»

 

De Boer, 49 anos, terceiro com mais internacionalizações na história da seleção holandesa (112), fez, porém, questão de diferenciar o desporto de outras áreas da sociedade.

 

«Tudo começou porque as mulheres não estavam a ser remuneradas como deviam, especialmente em posições de chefia. E aí devem ganhar o mesmo que os homens. Numa posição de chefia num banco, por exemplo, o salário tem de ser igual porque não depende do físico, mas disto (aponta para a cabeça). Porque haverão de ganhar menos se fazem um trabalho igual ao dos homens?»

 

«Tudo isto transpirou um pouco para o mundo do desporto, no ténis, no futebol… Mas acho que existe uma diferença», remata.

 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias