«João Félix já demonstrou em campo que vale tudo isso»

Atlético Madrid 10-08-2019 01:01
Por Bruno Andrade

Contratação mais cara do mercado verão europeu, tendo sido vendido pelo Benfica ao Atlético de Madrid por 126 milhões de euros, João Félix já demonstrou o que vale. Pelo menos essa é a opinião de Guilherme Siqueira, que também já representou os colchoneros e os encarnados.

«O Atlético de Madrid pagou por aquilo que o João Félix já demonstrou e ainda pode demonstrar. É um jogador em fase de crescimento, teve uma ascensão extraordinária no Benfica e agora está num país mais competitivo. Tem hoje um treinador [Diego Simeone] ainda mais exigente, que, com certeza, vai tirar o melhor dele. É uma joia portuguesa», destacou o antigo lateral-esquerdo brasileiro, em entrevista A BOLA Brasil.

«É o que o futebol paga mesmo nos dias de hoje. São números e valores importantes, mas, repito, acho que dentro de campo o João já demonstrou que vale tudo isso. Cabe a ele continuar evoluindo, e talvez em breve podemos estar aqui falando de números ainda maiores. Jovens jogadores que demonstram aquilo que o João Félix demonstrou no Benfica geram cifras assim», completou.

Aposentado desde agosto de 2018, Siqueira, recorde-se, defendeu o Atlético de Madrid entre 2014 e 2016. Foi dirigido por Simeone, que, agora, pode usar Antoine Griezmann como exemplo para potencializar Félix.

«O Simeone é um conhecedor nato dos seus atletas. Lembro, por exemplo, quando Griezmann chegou. Chegou como extremo [atacante de lado], então o Simeone colocou ele por dentro. Aproveitou tudo o que o Griezmann tinha de bom e melhor. Com o passar dos treinos e dos jogos, o Simeone também vai potencializar o João Félix da melhor forma», explicou.

João Félix, de 19 anos, não foi o único jovem talento contratado pelos colconheros neste mercado de verão. O clube espanhol foi ao Brasil e também buscou Renan Lodi, que custou 25 milhões de euros. Para Guilherme Siqueira, o lateral-esquerdo de 21 anos deixou o Athletico Paranaense como o melhor jogador da posição no país.

«Era o melhor lateral-esquerdo que estava jogando no Brasil. É muito jovem ainda, com muito para aprender, mas escolheu o clube certo para crescer. Vai evoluir mais ainda nas mãos de um treinador que é muito capacitado e conhecido por potencializar jovens jogadores. Tem tudo para ser uma espécie de novo Filipe Luís no Atlético de Madrid», finalizou.

*Texto escrito em português do Brasil

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (19)

Últimas Notícias