«Neymar? Tem talento, mas não o necessário para ser um líder em campo»

Paris Saint-Germain 18-07-2019 11:15
Por Redação

O defesa do Montepellier, Vitorino Hilton, concedeu uma entrevista ao L’Équipe desta quinta-feira, onde fez uma análise detalhada do percurso de Neymar no Paris Saint-Germain. Na opinião do jogador brasileiro, de 41 anos, o craque canarinho nunca se conseguiu afirmar a 100 por cento no Parque dos Príncipe devido a problemas familiares e às várias lesões que acabaram por limitá-lo.

 

«Nem todos têm a oportunidade de jogar contra um jogador com o seu talento e se ele deixar a liga francesa será uma pena. Não sabemos o que se passa na sua cabeça, teve muitos problemas desde que chegou a Paris e penso que quer ir para outro sítio», começou por referir, antes de entrar em pormenores sobre a carreira do internacional brasileiro: «Apesar de tudo ele fez coisas extraordinárias, mas infelizmente lesionou-se com frequência. As lesões impediram-no de mostrar tudo o que vale. É um jogador fantástico, isso é indiscutível, mas falamos demasiado dos seus pequenos problemas fora do campo, da sua vida privada. Foi isso que o impediu de ser realmente bom na Ligue 1, apesar de ter sido um dos melhores nas últimas temporadas.

 

Já na fase final da entrevista, Hilton revelou que Neymar não tem aquilo que é necessário para se ser um «líder» dentro das quatro linhas «Tem talento, mas não o necessário para ser um líder em campo.»

 

«Copa América? Houve quem dissesse 'ainda bem que ele não está na seleção'. Mas se tivesse estado, teria sido o melhor jogador da competição», atirou.

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias