«A minha equipa foi superior durante os 90 minutos»

Flamengo 18-07-2019 07:35
Por Redação

O Flamengo foi superior durante grande parte do encontro na segunda mão dos quartos de final da Taça do Brasil, frente ao Athlético Paranaense, mas acabou por ser eliminado nas grandes penalidades.

 

Em conferência de imprensa depois do apito final, o treinador português Jorge Jesus fez uma análise do encontro, reforçando que a sua equipa foi superior à equipa adversária durante o jogo e que «não é fácil» perder uma vaga nas meias finais da competição.

 

«Não é fácil perder nas grandes penalidades nos 'quartos' de uma competição como esta. O Flamengo foi superior durante os 90 minutos de jogo. A lesão do Arrascaeta teve alguma influência na equipa, pois ele é um dos melhores marcadores. A minha equipa fez um grande jogo, mas não conseguiu chegar aos golos. O facto de ser eliminada nos penáltis tira o brilho do que a equipa fez ao longo do jogo. Se tivéssemos passado, todos diriam que o Fla esteve muito bem», começou por referir o técnico luso, antes de demonstrar confiança na sua equipa, apesar da derrota sofrida no Maracanã.

 

«O Diego normalmente não bate penáltis assim. Pensou que o guarda-redes poderia cair. Ter a responsabilidade de ser o primeiro a bater não é fácil», frisou o técnico, antes de rematar: «Temos mais competições, apenas saímos da primeira. Todos gostam de ganhar. Saímos de uma maneira cruel, pois quando somos eliminados nos penáltis acabamos por sentir mais a derrota. Os adeptos do Flamengo mostraram o que é ser do Flamengo, ter paixão. Apoiaram os 90 minutos», atirou.

 

Recorde-se que o próximo jogo do rubro-negro será já no próximo domingo, frente ao Corinthians, naquela que será a 11ª jornada do Brasileirão, na Arena Itaquera.

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (32)

Últimas Notícias

Mundos