16 anos depois Portugal sagra-se campeão mundial

Hóquei em patins 14-07-2019 19:05
Por Redação

A Seleção Nacional de hóquei em patins sagrou-se, este domingo, campeã mundial, batendo a Argentina na final nas grandes penalidades, após 0-0 no final do prolongamento.

 

O encontro terminou sem golos tanto no período regulamentar como no prolongamento, muito devido a uma brilhante exibição de Ângelo Girão.

 

Nas grandes penalidades, a Argentina marcou apenas uma das cinco tentativas e os lusos marcaram duas de quatro.

 

O último título mundial de Portugal remonta a 2003, conquistado em Oliveira de Azeméis, derrotando, na altura, a Itália, por 1-0.

 

Melhores momentos do jogo:

 

Grandes penalidades:

 

1-2 Platero desperdiça e Portugal é campeão do mundo!

 

1-2 Rafa permite a defesa do guarda-redes.

 

1-2 Ordoñez falha! Se Portugal marcar sagra-se campeão do mundo!

 

1-2 Hélder Nunes coloca Portugal na frente!

 

1-1 Falha Alvarez pela Argentina.

 

1-1 João Rodrigues permite a defesa.

 

1-1 Defende Girão!

 

1-1 Gonçalo Alves empata.

 

1-0 Nicolia converte para a Argentina.

 

60': Final do prolongamento. O novo campeão do mundo vai ser decidido em penáltis.

 

53': Ângelo Girão trava a grande penalidade cobrada por Carlos Nicolía.

 

51': Começa o prolongamento.

 

50': Final do tempo regulamentar, com o nulo a persistir ao longo dos 50 minutos. Vamos para prolongamento.

 

43': Lucas Ordoñez falha um livre direto.

 

31': Hélder Nunes desperdiça o livre direto subsequente. 

 

31': Cartão azul para Ordoñez por falta sobre Hélder Nunes.

 

30': Livre direto de Carlos Nicolía a ser parado por Ângelo Girão. Novamente decisivo o guarda-redes português.

 

26': Recomeça o jogo.

 

25': Intervalo com o nulo no marcador.

 

13': Ângelo Girão defende a grande penalidade cobrada por Lucas Ordoñez.

 

5': Jogo morno até ao momento. A melhor oportunidade pertenceu à Argentina, com uma bola no ferro da baliza de Girão.

 

1': Começa o encontro.

 

Cincos iniciais:

 

Portugal: Ângelo Girão, José Costa, Henrique Magalhães, João Rodrigues e Hélder Nunes.

 

Argentina: Valentin Grimalt, Carlos Nicolía, Lucas Ordoñez, Matias Platero e Reinaldo Garcia.

 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (119)

Últimas Notícias

Mundos

África

Brasil