Marega agita universo do Liverpool

FC Porto 13-06-2019 12:41
Por António Casanova/Pascoal Sousa

E se, afinal, o destino de Marega for o campeão europeu Liverpool? A notícia fez sensação em território inglês, nas últimas horas, agitando as redes sociais e vários blogues de adeptos dos reds.

 

À boleia dos relatos inicialmente reproduzidos pelo site Foot Mercato, especializado no mercado de transferências, houve quem se espantasse com a eventual aposta de Jurgen Klopp, mas também não faltou quem ratificasse a potencial escolha feita pelo técnico alemão para reforçar o ataque da equipa.

 

De «surpreendente» a «bizarra», os qualificativos utilizados pelos adeptos, tanto via Twitter como através do Facebook, para caracterizar a alegada associação do Liverpool ao melhor marcador da formação portista na última edição da Champions League provam que Marega não é nome absolutamente consensual entre os fãs do clube do norte da Inglaterra, que derrotou o Tottenham na final da liga milionária, depois de ter afastado os dragões nos quartos de final da competição.

 

Aparentemente, o avançado africano, de 28 anos e com contrato com o FC Porto até 2021, é um dos nomes que o Liverpool terá em agenda para ocupar a vaga que Daniel Sturridge deixará em aberto, até porque a ligação deste atacante inglês ao clube expira no final do mês, não tendo Jurgen Klopp validado a prorrogação do vínculo.

 

As exibições protagonizadas por Moussa Marega na campanha passada, especialmente a elevada produtividade evidenciada na Champions League, parecem seduzir o treinador alemão, conhecido por apreciar jogadores possantes e competitivamente intensos.

 

Blindado por uma cláusula de 40 milhões de euros, em Inglaterra surgiu a informação de que o Liverpool faz planos a um possível investimento de 30 milhões de euros no passe do maliano. Verdade? Pura especulação só permitida na silly season em que por vezes se transforma o defeso?

 

O FUTURO COM O NOSSO PASSADO


Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo de qualidade que se faz da grande história, da investigação e da grande reportagem – nós temos esse jornalismo (o jornalismo que fez com que se falasse de A BOLA como a Bíblia) para lhe continuar a dar.

Porque A BOLA não quer que o jornalismo deixe de ser o jornalismo do texto criativo e sedutor e da opinião acutilante que não se faz de cócoras ou de mão estendida – nós temos esse jornalismo para lhe continuar a dar…

… e para nos ajudar a manter e a melhorar esse jornalismo sério e independente com o timbre de A BOLA,

Junte-se a nós nesse novo desafio ao futuro, tornando-se nosso assinante.

ASSINE AQUI

A Edição Digital de A Bola

Ler Mais
Comentários (46)

Últimas Notícias