Bracarenses do Soccer Planet campeões nacionais de Pool PT

Bilhar 26-05-2019 19:12
Por António Barroso

A equipa do Soccer Planet/Bolas Virtuais, de Braga, sagrou-se na tarde deste domingo campeã nacional de Pool Português (PT), com o triunfo na Fase Final do Campeonato Nacional da 1.ª divisão, prova máxima por equipas desta variante do bilhar – a mais praticada e com mais federados em Portugal - que reuniu, sob a égide da Federação Portuguesa de Bilhar (FPB) as oito melhores equipas do País, nas Termas do Bicanho, em Soure.

 

A equipa minhota, capitaneada por Paulo Pereira, e composta ainda por Bruno Santos (subcapitão), Hector Del Amo, Dinis Pereira, Manuel Gama, Paulo Sequeira e Pedro Fonseca, terminou a Fase Final, neste dia – que concluiu três dias de prova, desde dia 24, sexta-feira – invicta.

 

Na Fase Intermédia, o Soccer Planet venceu sucessivamente o SL Benfica/Lamosa Pool (9-6), o Académico dos Penedos Altos/Remax Ideias (9-1) e o SC Beira-Mar/Tako (9-7) para chegar à Fase Final, reservada às oito melhores formações.

 

Já neste domingo, os bracarenses vincaram a sua supremacia logo ao triunfar sobre os vencedores, sexta-feira, da Taça de Portugal, a Academia de Bilhar de Paços de Ferreira (CF Marecos), por 9-1, na 2.ª jornada, após empate com o Sporting na 1.ª ronda (8-8).

 

Na 3.ª ronda, a APEF Montijo ‘A’ também não resistiu ao Soccer Planet (3-9), enquanto na 4.ª jornada outro dos grandes candidatos à partida para esta Fase Final, a Académica de Coimbra, também caiu às mãos dos bracarenses (6-9).

 

Uma ‘limpeza’ (9-0) na 5.ª jornada, diante da equipa da Associação Merelim São Paio (distrito de Braga) confirmou a determinação do clube em arrebatar o cetro, vincada na 6.ª ronda, em que bateram o GD Os Nazarenos/Cubata Bar por 9-3.

 

Com 16 pontos, correspondentes a cinco vitórias (três pontos por cada) e um empate (um ponto) nas seis rondas inaugurais, o Soccer Planet chegou à decisão, na 7.ª e última jornada da Fase Final, ainda assim pressionado e obrigado a só com um triunfo diante da formação portuense do Clube de Bilhar Pedro Grilo ‘A’ garantir o título.

 

Com 15 pontos (cinco vitórias, uma derrota… ante o Soccer Planet, 1-9), a Academia de Bilhar de P. Ferreira – capitaneada por Arménio Nunes, e com Américo Francisco, Bruno Bernardo, Telmo Torres e João Barbosa -, vencedora na Taça de Portugal na sexta-feira, dia 24, surgia no segundo lugar, a apenas um ponto de distância… e com o título na mira, só possível em caso de vitória diante da Associação Merelim São Paio e dos bracarenses do Soccer Planet não vencerem (empate ou derrota) a equipa do CB Pedro Grilo ‘A’, na 7.ª e última ronda.

 

Emoção até à última na prova maior de Pool PT, nas Termas do Bicanho. Mas o Soccer Planet não vacilou e inequívocos 9-2 diante do CB Pedro Grilo ‘A’ selaram a invencibilidade dos bracarenses no Campeonato Nacional: seis vitórias e um empate na Fase Final, 19 pontos em 21 possíveis, com a AB Paços de Ferreira (CF Marecos) a ser segunda classificada, com 19 pontos: venceu a Ass. Merelim São Paio por 9-1, mas não chegou para o título, somando 18 e ficando a um dos novos campeões.

 

A melhor prenda de aniversário para Manuel Fernandes, proprietário e alma do clube, que este domingo comemora 80 primaveras: o título de campeão nacional, o primeiro da história do clube, com o qual sonhava há mais de uma década, depois de já por quatro vezes se terem sagrado vice-campeões nacionais (duas em pool, duas em pool PT, nas mesas mais pequenas), além de terem conquistado uma Taça de Portugal e uma Supertaça.

 

SC Braga campeão da 2.ª divisão

 

No escalão inferior, ponto final também este domingo em três dias de competição, desde 24 do corrente mês, no hotel das Termas do Bicanho, em Soure, com o SC Braga a assegurar o título de Campeão Nacional da 2.ª divisão de Pool PT ainda bem antes de a Fase Final terminar.

 

A equipa minhota, capitaneada por João Roque, e composta ainda por Joaquim Cardoso, José Martins, Pedro Pereira e Tomás Ribeiro somou vitórias de rajada durante a prova, em que, curiosamente, foi ainda na Fase Intermédia que encontrou maior oposição, ao desembaraçar-se da rival conimbricense do Monumental/Sociedade e dos madeirenses da Academia de Bilhar Miguel Silva ‘B’ apenas na ‘negra’ (9-8), nos dois casos.

 

Já na fase final da prova organizada pela Federação Portuguesa de Bilhar (FPB), reservada às oito melhores formações, os bracarenses estiveram intratáveis. Estrearam-se com uma vitória por 9-5 sobre o Snooker Club Lisboa/Long Restaurant, e continuaram, na 2.ª das sete rondas, com novo triunfo esclarecedor (9-3) sobre o Pool Galaxy Team/Auto Vítor, de A-dos-Cunhados (Torres Vedras).

 

Números concludentes dos arsenalistas seguiram na 3.ª jornada, em que venceram o Grupo Desportivo Os Nazarenos/Lookbar Pool, por 9-2, para voltarem a vencer, na 4.ª ronda, os insulares da Academia de Bilhar Miguel Silva por 9-6.

 

E a certeza virtual do título para a equipa liderara por João Roque chegou com nova vitória, por 9-2, ante a equipa do CD Arrifanense 1, na 5.ª jornada, para, na 6.º ronda, também os mafrenses do Orange Pool Club/Era Ericeira-Mafra não resistirem ao SC Braga (9-4). O jogo com os felgueirenses da AD Bilharsinde/Koffe Nice, na última jornada, era cumprir calendário e manter a invencibilidade… e o SC Braga ganhou, por 9-6.

 

Imaculado percurso minhoto, com sete vitórias e 21 pontos em sete jogos. O Snooker Club Lisboa/Long Restaurant foi segundo, com 12 pontos, e a AD Bilharsinde/Koffe Nice terceira, com 11 pontos.

 

Hot Shot campeão da 3.ª divisão

 

Mas este domingo, além de em Braga, também em Odivelas os amantes e praticantes de qualquer uma das variantes do bilhar festejam. O Hot Shot Pool Club/Academia de Bilhar Hot Shot sagrou-se também, nas Termas do Bicanho (Soure) campeão nacional da 3.ª divisão de Pool PT.

 

A formação capitaneada por António Neves, e composta por Bruno Seno (subcapitão), André Gonçalves, Bruno Sousa, Fábio Gomes, Miguel Ferreira, José Silva e Hélder Ribeiro também está de parabéns, após conquistar o terceiro escalão.

 

Uma conquista que começou a desenhar-se a partir da Fase Intermédia, em que venceram a equipa 3 do Inferno da Bica (S. João da Talha, Loures) por 9-2 para garantir um lugar nas oito equipas com assento na Fase Final da prova organizada pela Federação Portuguesa de Bilhar (FPB).

 

O Hot Shot voou nas cinco primeiras das sete jornadas da Fase Final da competição: GD Sourense (9-3), AP Oliveira do Douro ‘B’ (9-2), Orange Pool Club/Era Ericeira-Mafra (9-4), Leixões SC/JL Beirão (9-7) e Inferno da Bica 3 (9-6) sucumbiram às mãos de Bruno Sousa (vencedor da Taça de Portugal individual, e do circuito de Masters de Pool PT ESC Online), Bruno Seno, António Neves e companhia, uma potência nacional do pool, com Hélder Ribeiro como alma.

 

Nova vitória (9-4) diante da formação coimbrã do Rock Pool, na 6.ª e penúltima jornada, deixou o Hot Shot 1 com 18 pontos, mais três do que os 15 pontos do que o Inferno da Bica, seu rival na sétima e última jornada. Triunfo final e categórico por por 9-2 sobre a equipa de S. João da Talha, que terminou segunda e o Rock Pool em terceiro.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias